#2 - Vs. Gothita

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: #2 - Vs. Gothita

Mensagem por Mathito em Ter 12 Abr 2016, 14:22

Encarando a atendente mal emburrada, dizia adeus à Lopunny esperando um dia poder encontrá-la bem com sua nova treinadora. Pegando minhas coisas agradeci - porque diferente de certo tipos eu tinha recebido educação - e então saí da estação procurando uma pracinha para abrir os pacotes junto do pinguim.

Caminhando para a esquerda da estação eu já avistava o hotel, mais ainda não encontrava nenhuma praça, então vi uma biblioteca e pensei em passar lá para ficar um pouco até Joshuy chegar. Talvez alugasse algum livro também.

Com a resposta dele, mandava outra:

SMS escreveu:Me trás algo de comer?

E entrava no edifício das maravilhas em letras e dava uma boa tarde silenciosa para a bibliotecária e sentava num canso afastado abrindo a primeira caixa. Eram os itens que eu tinha comprado: quatro óculos de sol na promoção e duas roupas estilosas para bons eventos. Talvez as mais leves pudessem ser usadas no atual evento. Guardando estas coisas na bolsa, abri a outra caixa. Meus olhos brilharam ao ver o monte de coisas que me mandaram. Dentre diversos itens de treinamento experiência, havia uma esfera de cor escarlate e uma pedra vibrante junto a esta. Devia ser o Pokémon do filho da minha tia avó. Dei um sorriso lembrando dela e agradecendo em mente. Gunter estava curioso. Eu também. Para acabar com isso chamei o Pokémon para fora e um casco se materializou e uma tartaruguinha azul saia lentamente de dentro como se despertasse de um longo sono.

- Oi amiguinho - disse baixinho - Sou Nico e este é Gunter. Seremos seu novos amigos.

O outro aquático deu um sorriso banguela e um saltinho com a cauda - meio estranho para sua espécie - me surpreendendo com a animação.

Já estava vendo a bibliotecária olhar para nós. Pensei um pouquinho e tive uma ideia. Fui até ela e perguntei:

- Será que posso fazer esse curso de criação de história, o mais básico, e eles podem assistir? Gostaria também do Guia de Shinki.

Lembrei de uma coisa. Era hora do remédio de Gunter. Peguei mais uma pílula e o fiz tomar.

Personalidade:
Personalidade de Makoto(Squirtle):
Tartaruga lenta não é a melhor definição para este Squirtle. O aquático é um exímio dançarino utilizando como referência o estilo Breack Dance, sendo seus principais passos terminados com um giro ao auxílio de seu casco.

É bem energético, mas reservado e tem manias de limpeza zelando por seu casco, mantendo-o sempre limpo após suas atividades.

É um Pokémon honrado que acolheu sua equipe e seu treinador como uma família fazendo de tudo para defender esta honra.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #2 - Vs. Gothita

Mensagem por Luna Yum em Sex 15 Abr 2016, 00:58

E mesmo cansado o jovem insistia em fazer mais um curso. Criação de Contos e Histórias era a ideia da vez, mas com tanta coisa para organizar antes do evento ele ainda queria mais uma ocupação.

A Bibliotecária o encarou seriamente e pediu que ele fizesse silêncio, assim como também os aquáticos deveriam ficar bem calados. - Aqui não é lugar para falatório! - resmungou a velhota. - E já temos um público mais que suficiente para o seu curso! - ela pediu que o seguisse e que também recolhe-se seus monstrinhos pois ela não queria nenhum livro parcialmente e tão pouco, totalmente molhado.

Ao dobrar alguns corredores eles chegaram em uma salinha de contorno circular, espaçosa e muito aconchegando. Almofadas espalhadas por todos os lados, grandes puffs em forma de Snorlax estavam aos montes em um canto e com tanta coisa colorida por ali, Nic deduziu que ali seria onde as crianças iam para fazer suas leituras.

Ela mal mostrou onde ele ficaria e a porta que acabara de se fechar estava sendo aberta, dando espaço para as crianças de iam se instalando por todos os lados e em poucos minutos a sala estava cheia. A senhora avaliou cada um seu lugar e entregando um livro pequeno nas mãos do Stylist ela disse: - Boa sorte, novato! - e se retirou da sala.

Na capa do livro dizia...

Livro escreveu:Não leia. Crie!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #2 - Vs. Gothita

Mensagem por Mathito em Sex 15 Abr 2016, 01:27

Senti como se a velha tivesse apontado uma arma na minha cabeça e estivesse me ameaçando a recolher meus parceiros para não sofrer as consequências. Dava de ombros e oferecia ao Squirtle a Exp. Share que veio junto dos itens e chamava de volta para suas esferas Gunter e Makoto.

Por fim era levado a uma sala de contorno circular vazia, mas mobiliada como se aguardasse pelo publico que... chegava como se o gongo os aguardassem. Olhei para a senhora um pouco desesperado. Não gostava de atenção e aquilo era demais. Entretanto ela jogou um livro em minhas mãos e me deu boa sorte. Ao sentar e abrir aquilo soltei um riso debochado. Só podia ser piada. Eu comprava um curso e acabava tendo que trabalhar? Por sorte eu lembrava de algo que escrevi quando ainda estava na escola e, como se estivesse mesmo lendo o livro, me atentei à entonação e comecei:

O Velho Pérola escreveu:A tarde não seria das melhores. E eles avisaram.

O barco de pesca do senhor Nicolau talvez não fosse aguentar mais um dia naquele vasto mar. Ou talvez fosse. Que humano pode prever o poder da natureza? Era o que Nicolau pensava e sempre dizia, nenhum.

O S.S. Pérola não era dos maiores nem ao menos sofisticado. O barco era de porte médio e abrigava o capitão e um ou dois serventes no máximo. Nicolau era velho e já tinha passado por coisas que muitos não acreditavam e insistiam em duvidar de sua sanidade. O velho, entretanto, não dava a mínima importância para o que as “maricas de terra firme” pensavam. Seu único e verdadeiro amor era o mar.

— Vamos logo seus preguiçosos. Aqueles finneon não pularão na rede de boa vontade – gritou o velho já cedo da manhã para seus empregados. – Não pago vocês para dar palpite e sim pra trabalhar!

Como se ele pagasse mais que uma refeição e 8% da pesca para cada um dos dois ajudantes que tinha. O fato era que os preguiçosos a qual o senhor Nicolau se referia estavam em dúvidas quanto a entrar no mar com uma previsão de temporal, contudo, ainda era o emprego deles. Jasão, um rapaz baixinho de cabelos loiros e lentes grossas para sua miopia e estigmatismo, ajudava com algumas redes enquanto Perceus, jovem alto próximo dos vinte de pele morena e olhos verdes, cuidava das velas e ajudava com alguns barris de iscas.

Quando estava tudo pronto para sair Perceus foi até o velho que estava na proa do pequeno navio namorando a embarcação e chamou por sua atenção de forma mais humilde que conseguia.

— Sr. Nicolau - e então o velho se voltou à ele com sua expressão rabugenta, mas permitindo que continuasse - se o senhor quiser partir o barco já está pronto, só que os bons estudiosos disseram que não é um bom dia para pesca. Veja só! Não há nenhuma embarcação à vista!

O moreno apontou para a imensidão afora perdendo em seguida o interesse do capitão do navio.

— Marujo, saia do meu barco.

Perceus ficou perplexo. Por mais que não gostasse de seu emprego estava com Nicolau havia mais de sete meses se aventurando com o senhor taxado de louco pela baía onde sempre atracava o velho Pérola.

— Mas senhor... - ele tentou retrucar antes de ser interrompido por um berro seguido de uma ação brusca do capitão.

Entendendo o recado, Perceus achou melhor ir e conversar depois. Nicolau varreu o convés com seus olhos atrás do outro e quando o encontrou ouvindo a conversa tratou logo de perguntar:

— Quer ir com ele? Se sim, ande logo na prancha que não tenho o dia todo!

Jasão queria muito, mas não tinha outra escolha se não ficar. A comida era o sustento que colocava em casa semanalmente e a família contava com o adolescente. Logo, o S.S. Pérola partia em aventura por alto mar com previsão de tempo ruim com três passageiros à bordo. Sr. Nicolau, Jasão e um clandestino que estava curioso com o andar da história.

Era óbvio que as falas eram lidas de foras diferentes. Nicolau tinha uma voz gasta pelo tempo enquanto a dos meninos era mais parecida com a minha. Então olhava para o público uma nova vez antes de encerrar o capítulo um, dizendo ser o bastante.

Procurei pela bibliotecária antes de levantar para ver se meu veredito era correto. Se os dois aquáticos estivessem no meio da criançada teria certeza de que gostariam de ouvir mais sobre a aventura em alto mar que criei.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #2 - Vs. Gothita

Mensagem por Luna Yum em Sex 15 Abr 2016, 11:40

Após deixar as crianças vidradas com a história e ser aplaudido e chamado de Tio, Nic agradeceu e deixou os pequenos monstrinhos conversando sobre o que eles acabaram de ouvir. Ao sair da sala ele notou que a biblioteca já não estava tão cheia assim, era tarde, por volta de 16:45 e seu estômago denunciava sua fome.

- Shhhhhhhh! - uma voz resmungava algo atrás dele. - Já não falei que não quero barulho na minha biblioteca? - era a velha emburrada outra vez, reclamando do som estranho proveniente do sistema digestivo do rapaz. - E então, meus pequenos gostaram? - ela mudara totalmente de feição ao falar das crianças e o Stylist podiam notar que em meio a tantas reclamações havia algo que a Bibliotecária gostava.

Após ele relatar como tinha sido sua primeira experiência como Contador de Histórias, ela o acompanhou até a recepção e solicitou a taxa de pagamento do curso e, tão ligeiramente lhe entregou seu certificado de nível 1 e mais... - Ei, volte mais vezes! Eles vão gostar!
Certificado escreveu:Criação de Contos e Histórias - Nível 1
Dinheiro escreveu:- 150Pk$


Última edição por Luna Yum em Sex 15 Abr 2016, 12:39, editado 1 vez(es)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #2 - Vs. Gothita

Mensagem por Mathito em Sex 15 Abr 2016, 11:53

Depois de contar o quão interessadas as crianças ficaram a senhora, por mais reclamona que fosse, estava compassiva a respeito dos pequenos. Acompanhando ela até a recepção era contemplado com o certificado de criação histórias e convidado a voltar um dia.

- Pode deixar. Gostei muito da atenção e empolgação deles. A propósito, poderia me garantir um dos guias de Shinki?

Já garantia o dinheiro do curso e do livro de bolso. Após pagar e pegar o certificado iria encontrar Joshuy no Nokori Hotel, bem de frente à biblioteca, onde esperaria para a confirmação de minha inscrição no evento.

- Tomara que ele tenha me trazido alguma coisa de comer.

Minha barriga concordava, me permitindo caminhar em busca da suposta delícia que me aguardava.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #2 - Vs. Gothita

Mensagem por Luna Yum em Sex 15 Abr 2016, 14:55

A bibliotecária lhe entregava o livro e se perdia por entre os corredores e neste momento seu celular acusava uma nova mensagem, fazendo tanto barulho quanto o próprio rapaz. Rapidamente ele caminhou até a saída e sacou o aparelho do bolso. A mensagem presente na tela inicial era de Mushiro...

Mushiro escreveu:Ei, estou aqui em frente ao Nokori Hotel e bem, temos um probleminha!

O jovem já ficara inquieto quando lia a mensagem. Vindo do gorducho qualquer coisa era possível, mesmo assim ele mexia seus pés para encontrar o parceiro e descobrir o que ele havia feito.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #2 - Vs. Gothita

Mensagem por Mathito em Sex 15 Abr 2016, 16:21

Saindo da biblioteca da cidade eu sentia o celular vibrar e verificava a situação. Ao que parecia Joshuy tinha um problema. Contanto que não envolvesse a minha comida eu estava bem, porque quem pagou integralmente o quarto do hotel onde dormimos fui eu.

SMS escreveu:Já estou chegando

Mandei a resposta realmente indo na direção do edifício que parecia ser mais luxuoso por dentro que por fora. Estava curioso por maiores detalhes. Diferente da situação do meu parceiro de viagem que desde que chegamos em Chermont só nos arrumou problemas. E pensar que achava ele sensato.

Primeiro de tudo procuraria o responsável para pegar o kit e deixar meus pertences. Gunter me auxiliaria no deserto, ficando Makoto com o restante de minhas coisas, visto que ele ainda era um desconhecido e não teria como ir para um lugar daqueles sem conhecer a minha dupla. Depois de tudo confirmado com o responsável pelo evento, procuraria Joshuy para saber do problema e pegar meu lanche.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #2 - Vs. Gothita

Mensagem por Henri Sollari em Sab 16 Abr 2016, 01:56

Nicolas se apressava para chegar ao hotel e descobrir que probleminha era esse. Além do mais, o jovem estava muito interessado com o início da corrida pelo Kuwabara. Assim que chegou ao luxuoso hotel, o jovem mal avistou Joshuy e foi direto à recepção. O atendente confirmou a inscrição do jovem e recebeu todos os itens e pokébolas. Por fim, o kit era entregue.

No meio de várias pessoas que estavam ali para se inscreverem, Joshuy surgia aliviado por ter encontrado o companheiro. O jovem explicava que preferiria esperar em Twister. A comida dada pela universidade era pouco e não seria o suficiente para ele. Ao fim, o companheiro entregava um sanduíche e um pequeno pacote de batatas fritas que pareciam estar pela metade.

Nicolas seguiu para o ônibus que levaria para o deserto enquanto Joshuy se acomodou naquele que levaria para Twister. Ao menos o stylist poderia ficar tranquilo ao saber que sua comida para quatro dias não acabaria em apenas uma hora. Os ônibus ligaram os motores e partiram para seus destinos. A corrida iniciava.
Rota encerrada
Pode criar seu post no Kuwabara amanhã após a liberação no tópico do evento. Boa sorte! o/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #2 - Vs. Gothita

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum