Water Walls

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Water Walls

Mensagem por ~Betty em Sab 16 Maio 2015, 17:29

Jorvet, finalmente estava dentro do pequeno vilarejo, que era meio que uma parada obrigatória para todos os viajantes, não era um lugar onde eu iria querer estar em uma situação comum, mas o fato do vilarejo ter uma praia e uma rua dedicada somente a trocas, realmente me agradava, tudo bem eu demorei um bom tempo, então as chances do Pokémon que eu queria ainda estar disponível para troca são bem baixas, mas ainda tinha a praia!

O melhor lugar para mim sem duvida seria a praia, e a melhor coisa a se fazer nesse momento. Relaxar na praia tomar um sol, aproveitar a deliciosa água que o vilarejo Apresentava, não tinha nem entrado no vilarejo direito e já estava sonhando com a praia, mas antes de ir me divertir tinha que passar no PEVOAK, agora só faltava eu saber onde era esse lugar.

Começava a andar sem rumo pelo pequeno vilarejo, não sabia onde era nada naquele lugar, e eu estava muito exausta para ter paciência e perguntar para alguém qualquer coisa, então fiz algo que eu sempre faço, pegava meu celular e começava a procurar na internet. Não sabia se a maresia fazia algo com o sinal, ou se Jorvet por ser um fim de mundo não tinha sinal de internet, apenas sabia que naquele momento eu estava perdida, sem rumo e sem sinal! Em geral eu estava bem triste.

Continuei andando reto e quando percebi que a única coisa que poderia fazer era pedir informação para alguém, fiz o mesmo sem hesitar. Parava uma jovem mulher, e perguntava educadamente para ela onde ficava o PEVOAK, a moça explicava como chegar ao local e após a explicação agradecia e seguia o caminho que a moça disse, e no final finalmente consegui chegar ao maravilhoso PEVOAK. Entrava no local, e logo ia em direção ao balcão.

- Olá, eu gostaria de um quarto para o descanso de mim e de meus pokemons se possível, é que esses saltos estão me matando. E outra coisa, os quartos são de graça ou tem alguma taxa que eu tenha que pagar?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por Bianca.red em Dom 17 Maio 2015, 21:37

off: serei sua narradora, espero que se divirta ^^
off²: você sabe dizer mais ou menos o horário que sua personagem esta?



Chegando finalmente em Jorvet, um vilarejo muito conhecido por ser a principal parada para todos que estavam explorando a região ou simplesmente tentando chegar até Chermont city, Lily ficava feliz, mas um pouco frustrada por estar completamente perdida e sem chance de conseguir um mapa para se localizar naquele vilarejo. A stylist ainda se mantinha esperançosa, torcendo para conseguir um dos pokemon raros que estavam sendo oferecidos na rua das trocas, mas antes de ir atrás disso, ela tinha que encontrar o P.E.V.O.A.K para poder curar seus pokemon.

Por um tempo Lily tentou a tática de apenas andar e torcer para acabar chegando onde queria, mas logo o cansaço e a impaciência falaram mais alto, então a Stylist abordou a primeira pessoa que encontrou, uma mulher com um uniforme cadete e um Taillow pousado em seu ombro. A cadete logo indicou que o PEVOAK não estava muito longe, praticamente na próxima esquina.

Entrando no lugar, que parecia uma pequena loja com prateleiras cheias de itens diversos, alguns que Lily nem conhecia, a Stylist seguia andando até chegar ao que esperava ser a atendente, uma garota de longos cabelos rosados e uma expressão gentil no rosto. Ela estava ocupada organizando algumas pokeballs estranhas na prateleira, mas não se incomodou em parar para ouvir o que Lily tinha a dizer.


- Os quartos são gratuitos e se você precisar, tem um banheiro no fim do corredor dos quartos. Posso te mostrar o caminho e se de cuidados para os seus pokemon ou qualquer outra coisa é só pedir. - Respondeu a mulher ainda com um sorriso gentil no rosto, enquanto esperava uma resposta da Stylist antes de mostrar os quartos ou qualquer coisa que Lily precisasse.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por ~Betty em Qua 20 Maio 2015, 16:09

off: Eu acho que pelo horário da outra rota, deve estar no finalzinho da tarde umas 18:00/18:30. Espero que a gente se diverta também. E desculpe o poste fraco, é que eu to sem tempo e sem inspiração, ai fica difícil haha.

Quando a moça de cabelos rosados me disse que os quartos eram de graça, uma imensa felicidade veio até mim, só de pensar que não precisaria pagar nada para me hospedar no PEVOAK, eu já estava no céu. - Nossa, muito obrigado. E eu realmente adoraria tomar um banho e descansar um pouco. Dizia para a suposta atendente e logo em seguida lembrava dos dois pokemons que capturei na rota 1, e acho que eles ainda não estavam totalmente recuperados.

- Olha antes de você me levar para o quarto, você poderia recuperar estes pokemons? Eu os capturei e acho que eles não estão 100% recuperados sabe. Dizia para a moça com um sorriso e logo entregando as pokebolas de Sentret e de Lillipup.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por Bianca.red em Qua 20 Maio 2015, 23:15

off: ok =3
off²: sem problemas ^^



Recebendo uma das melhores noticias do dia, que poderia dormir quantas noites quisesse e ainda tomar um banho quente de graça, Lily agradeceu muito e antes de seguir a mulher da cabelos rosados, decidiu pedir uma outra coisa. Seus pokemon também precisavam de cuidados e a atendente concordou em cuidar dos pokemon avisando que assim que provavelmente já estariam totalmente curados quando a Stylist terminasse seu banho.

O caminho até os quartos era bem simples, subindo uma escada que ficava ao lado da loja de produtos naturais elas logo chegaram a um longo corredor, parando apenas quando a atendente apontou qual quarto Lily poderia usar e quando chegaram ao fim, onde havia uma porta que a mulher falou que levava ao banheiro. A atendente ficou para verificar se ninguém estava usando o banheiro e assim que viu que ele estava vazio, deixou Lily sozinha para poder aproveitar o descanso.

Entrando no banheiro, Lily ficou encantada ao ver como ele era simples, mas ao mesmo tempo lindamente decorado e organizado. Os azulejos eram brancos com pequenos detalhes floridos, haviam pequenos vasos com flores em vários cantos do banheiro, onde não atrapalhavam a movimentação. Para onde olhasse, Lily via mais e mais detalhes que tornavam aquele banheiro adorável, incluindo um sabonete rosa com um cheiro delicioso, no formato de um Luvdisc.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por ~Betty em Sex 29 Maio 2015, 16:51

Após mostrar meu quarto e me direcionar até o banheiro, a atendente voltou aos seus afazeres, eu estava realmente feliz, ter um quarto para dormir e um banheiro para tomar banho era naquele momento tudo que eu precisava.

Ao entrar no banheiro, eu ficava realmente encantada aquele banheiro era tão simples, e tão simplesmente lindo! Mesmo não sendo um banheiro chic de um hotel cinco estrelas, aquele banheiro era adorável pelos seus imensos e belos detalhes coisa que eu apreciava muito. Ainda olhando o banheiro um tanto encantada, via um sabonete em forma de Luvdisc, e me lembrava o motivo de estar lá, tomar o meu banho e era isso que eu faria agora.

Quando finalizei o meu banho eu me sentia maravilhosa, nunca pensei que um simples banho poderia fazer isso comigo, mas pelo jeito, ele podia. A sensação de ter o meu corpo limpo, de ver que meu cabelo não estava mais em um tom esverdeado e de não sentir qualquer tipo de sujeira entre meus dedos era maravilhosa. O único problema era que eu tinha acabado de me lembrar que eu não tinha trazido para a minha “viagem” muitas roupas o que era horrível, pois com apenas dois vestidos não se dava para fazer nada.

Após trocar de roupa, eu voltava até a recepção do Pevoak, para falar com a atendente, queria saber se meus pokemons já estavam recuperados e também algumas outras coisas. Quando chegava até a recepção, chamava a moça e perguntava: - Oi, eu gostaria de saber se meus pokemons já estão recuperados. E também se não fosse muito incomodo gostaria de saber até que horas as ruas de trocas ficam “abertas”. Ao terminar a pergunta olhava para a moça e esperava as suas respostas.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por Bianca.red em Dom 31 Maio 2015, 00:00

Tomando um dos melhores banhos de sua vida, que pareciam não só lavar toda a sujeira e suor que trouxe consigo das duas rotas que havia passado, mas também boa parte do cansaço e dos problemas que tinham na mente da Stylist. Foi um longo banho, que acabou enchendo o banheiro de vapor, mas isso só ajudou ainda mais Lily a relaxar e sentir muito bem naquele lugar.

Ficando triste só por ter trazido poucas roupas para aquela viagem, Lily deixou o banheiro e foi direto para a recepção, querendo saber se seus pokemon já estavam recuperados. Por um tempo, a Stylist ficou esperando, apenas observando os produtos que estavam a venda e depois um pequeno Oddish, que fugiu correndo quando percebeu que estava sendo observado, mas logo Aya surgiu, já carregando as pokeballs dos pokemon de Lily.

- Seus pokemon estão ótimos. A rua das trocas nunca fecha em teoria, mas se você esta interessada nos pokemon raros que Joshua Drake esta oferecendo eu sugiro que se apresse, ele geralmente volta para a casa dele por volta das sete e meia da noite para jantar. - Respondeu Aya com um sorriso gentil, enquanto devolvia as pokeballs para Lily e apontava para um relógio, que mostrava que faltavam apenas dez minutos para as 19:30.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por ~Betty em Sex 26 Jun 2015, 01:10

Quando eu ouvi da jovem que o tal homem que estava trocando os pokémons raros saia da rua de trocas lá pelas 19:30 foi um grande choque, já que naquele momento eram 19:20, eu tinha exatamente dez minutos para me encontrar naquele vilarejo e encontrar as ruas de troca.

Dava um tchau provisório para a atendente do Pevoak e a avisando que eu voltaria para lá para dormir, e saia correndo em direção da rua de troca, faltando apenas alguns metros para estar dentro da rua de troca parava no meio do local. Eu não tinha parado por causa de que correr de salto era a pior coisa do mundo, e sim porque eu me lembrei de um pequeno detalhe que faria toda a diferença, só tinha capturada 2 pokemons e para as trocas serem feitas eu teria que ter três para obter o pokemon que eu queria. Naquele momento eu quase desisti e voltei pro Pevoak, mas inves disso eu fiz algo que eu achei surpreendente até para mim mesma, algo que eu nunca iria fazer se não estivesse em uma situação extrema. Eu comecei a procurar um pokemon para batalhar comigo.

Começava a minha mini caçada por qualquer pokemon, tirava Snivy de sua pokébola e deixava a pokemon gramínea ao meu lado, caso eu achasse alguma alma pokemon querendo batalha, logo em seguida tirava Glameow também de sua pokébola e fazia com que ambos saíssem por ai procurando briga com qualquer outro. Ambos me olhavam como se só fizessem aquilo por estarem sendo obrigados. Taylor olhava para as suas patas, fingindo que tinha unhas e com desdém mal fingia que estava procurando algo. Já Barry estava sim procurando, mas pelo que parecia o pokemom gato estava procurando alguma Berrie. Pensando rápido, eu comecei a conversar com os mesmos para ver se eu conseguia algo deles.

- Então, meus queridos vocês dois sabem que são meus principais pokémons e não pode me ajudar com isso? Eu estou muito chateada com vocês, mas eu conheço os dois e são vão fazer isso se Tiver algo em troca, então vamos fazer assim! Barry se você achar alguém para batalhar antes de Taylor comprarei a melhor roupa para você customizar e também farei uma salada de Berrie especialmente pra você! Que tal? Já Taylor minha bela Snivy, se você conseguir um pokemon antes de Barry , irei pagar um dia inteiro com tudo incluso em algum salão pokémon! E também irei comprar qualquer produtos de beleza ou roupa que a senhorita preferir! Então, vamos lá! Eu sabia como motivar aqueles meus dois belos pokémons, disso eu tinha certeza. Enquanto os mesmo procuravam briga por ai - literalmente - eu olhava para o meu celular e via que horas eram para ver se perdi muito tempo nesse mino monólogo.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por Bianca.red em Sab 27 Jun 2015, 23:51

Percebendo que tinha pouco tempo para conseguir encontrar o homem e conseguir uma boa troca, Lily logo saia correndo do PEVOAK, só lembrando que não tinha pokemon suficiente para fazer as trocas quando já estava praticamente na rua das trocas, quase não reparando a grande quantidade de cadetes ali enquanto pensava. Vendo várias pessoas andando pela rua das trocas, fazendo com que temesse alguém já tivesse pego todos os pokemon raros que estavam sendo oferecidos, Lily começou a procurar por um terceiro pokemon para a troca.

Não gostando muito de ideia de ficar andando por Jorvet, simplesmente procurando um pokemon para começar uma batalha e depois capturá-lo, só para oferecer em uma troca que ela já poderia estar perdendo por não estar bem preparada, Lily e seus pokemon e mantinham atentos a todos os movimentos do lugar. Não demorou muito para que eles notassem que havia uma verdadeira "infestação" de Marills e sua linha evolutiva por todo o vilarejo, já que era quase impossível olhar para um lado e não ver um Marill dormindo, alguns Azurills brincando ou algum desses pokemon ajudando algum morador. Enquanto Lily não conseguia deixar de olhar para um grande Azumarill verde andando com uma cadete, Taylor teve que chamar a atenção de todos para uma pequena Azurill que tinha começado a segui-los.



off: print

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por ~Betty em Seg 29 Jun 2015, 17:11

Quando eu finalmente consegui conversar com meus pokemons, pude perceber que a ajuda que eles iriam me dar não era assim tão necessária, já que por todos os lados que eu olhava eu conseguia ver uma verdadeira infestação de ratos aquáticos, e isso foi a melhor coisa que poderia estar acontecendo comigo naquele momento. E ao ver que um Azuril estava trás de Taylor, naquele momento eu senti. Uma batalha estava prestes a começar! Com esse pequeno Pokémon querendo ou não.

- Taylor! Vamos começar essa batalha e acabar com ela o mais rápido possível. Use um... Antes de terminar a frase, pensava em algo, um leve insight que me dizia parar em frente a pequena Pokémon aquática e perguntava para a mesma se ela queria vir conosco, tudo bem que eu a trocaria por outro pokemon em questões de segundos, mas quem se importa com os sentimentos de um Pokémon que não fará diferença alguma em minha vida.

- Taylor se essa Pokémon, tenta fazer algo já fique em posição de ataque e use dois Tackle’s seguidos. Dizia para Taylor, sempre esperando o pior.
]

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por Bianca.red em Seg 29 Jun 2015, 23:53

Percebendo que encontrar algum pokemon naquele vilarejo não seria nenhum tipo de desafio, principalmente se não se importasse de ser um dos pokemon da linha evolutiva dos Marills, Lily ficava um pouco mais aliviada, ainda mais quando olhou para trás e descobriu que estavam sendo seguidos por uma pequena e animada Azurill. Já se imaginando levando ele e seus outros dois pokemon para trocar por um bem mais especial, Lily ordenou que Taylor se preparasse para a batalha, mas antes ficou observando um pouco para ver se conseguiria que a pokemon a seguisse sem precisar de uma batalha.

A Azurill a sua frente tinha o mesmo que os outros que estavam correndo pelo vilarejo, mas vendo a expressão animada, curiosa e doce da pokemon, Lily logo percebeu que a Azurill devia ser uma pokemon muito jovem ainda, então ficou apenas observando a Stylist, sem saber como agir. Não estando com muita vontade de explicar tudo sobre captura e ainda esperar para ver o que Azurill escolheria, a pokemon grasse saiu correndo, pronta para usar seu ataque.

Quando percebeu isso, Azurill começou a rir e ficou ainda mais animada, desviando do tackle com um belo e alto salto, com ajuda de sua cauda. Azurill parecia achar que aquilo era uma brincadeira de pega-pega, então assim que Taylor veio correndo para tentar outro Tackle, Azurill acabou pulando para longe de novo, rindo de animação enquanto fazia sinal para que Lily viesse brincar também.


Hora da Batalha
Condições da batalha: Perto da rua das trocas, com várias pessoas passando em volta. Chão de terra úmida e céu aberto, com campo iluminado pela luz das janelas das casas, da lua e estrelas.


Snivy/Taylor - Lv.08 - Trait: Overgrow
100%, Status: Normal
Vs.


Azurill - Lv.02 - Trait: Thick Fat
100%, Status: Normal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por ~Betty em Qua 01 Jul 2015, 16:21

Percebi que a Azurril era um Pokémon que gostava de brincar, e achava que aquela batalha era apenas uma brincadeira de pega-pega ou qualquer outra coisa, eu pude ver que Azurril era provavelmente um Pokémon bebe, oque me deixava com um pouco de dó por fazer com a mesma entrasse em uma batalha que ela nem sabia que estava participado, mas como uma boa egoísta que eu sou, essa dó logo sumia e eu voltava a me interessar pela batalha.

- Taylor vamos fazer assim, corra em direção a Azurril como se fosse usar um Tackle, mas não use o ataque apenas finja que vai usar, assim Azurril ira Pular, então quando a pequena estiver no ar, use Vine Whip, prendendo a mesma e a jogando no chão com força, logo em seguida use um Tackle sobre ela, antes da mesma poder se levantar. Dizia as ordens para Taylor, já pensando no final da batalha e na futura troca que iria fazer aqui mesmo nas ruas de troca, e também na maravilhosa praia que eu iria amanha. Ai, eu não via a hora dessa batalha acabar, para poder fazer tudo isso...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por Ayzen em Seg 06 Jul 2015, 10:17

Estarei assumindo a sua rota. Bianca está com problemas no computador.



Ansiosa pelo fim da batalha, e termino da noite, Lily mantinha seu sentimento de piedade longe da batalha que Taylor travava contra o Pokémon bebê. Ele era animado, achava que não passava de uma brincadeira contra o gramíneo e por isso nem se sentia necessidade de desviar dos golpes do Pokémon da amanhecer. Todavia, a stylist sabia que poderia tirar isso de proveito e com grande esperteza a loira agia com ordens bem detalhadas.

Snivy saltava em direção ao Pokémon Azurill, simulando um Tackle, mas logo Azurill saltava, nem esperando o golpe finalizar. Como Taylor havia sido informada pela previsão de sua mestra, a Pokémon erguia o seu laço e lançava para cima tentando segurar o Pokémon, conseguindo e lançando Azurill no chão com força. O Pokémon soluçava constantemente e assim nem viu quando Taylor se aproximou e deferiu um tackle.

O resultado não foi outro. Azurill era lançado longe. O tempo passava e a essa hora o negociador das ruas de troca já estaria fechando a sua barraca. Mas ao invés de Azuril despertar para batalhar, começava a chorar constantemente e gritava tão alto que o grito deixava todos bem atordoados, ao ponto de tentarem instintivamente abafarem o barulho tampando as orelhas expostas.


Hora da Batalha
Condições da batalha: Perto da rua das trocas, com várias pessoas passando em volta. Chão de terra úmida e céu aberto, com campo iluminado pela luz das janelas das casas, da lua e estrelas.


Snivy/Taylor - Lv.08 - Trait: Overgrow
100%, Status: Normal
Vs.


Azurill - Lv.02 - Trait: Thick Fat
45%, Status: chorando

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por ~Betty em Sab 11 Jul 2015, 16:52

Ai, meu Arceus todo poderoso mate, por favor, esse Azurril maldito que não sabe calar a boca. Amém. O Azurril em si era um Pokémon tão irritando e infantil que eu estava quase desistindo de capturá-lo, já que o homem da troca já teria ido embora nessa hora do campeonato e se por algum milagre ela ainda estivesse aqui as chances de ter qualquer Pokémon raro era bem... Digamos assim, raro.

Mas mesmo assim, eu não desisti da batalha e tentei continuar ela, para que a mesma acabasse o mais rápido possível, para também tentar fazer com que esse Azulrril cala-se a boca o mais rápido possível também. Andava em direção a Taylor, tirava as minhas mãos do meu ouvido e falava para Taylor as novas ordens.

- Taylor vamos fazer assim, use Vine Whip sobre Azurril e cubra todo o seu corpo, principalmente a boca dele! Em seguida o jogue longe, e de um Tackle com toda a sua força. Vamos acabar com essa batalha agora! Você consegue amiga. Ao terminar de falar as ordens para Taylor, torcia para que tudo desse certo e meu Pokémon conseguissem seguir as ordens, e acabar com a batalha.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por Ayzen em Seg 13 Jul 2015, 10:17

A vontade da stylist era mandar um ataque fulminante no Pokémon bebê fada. Diante da situação em que Lily se encontrava, até se concentrar na batalha era um desafio, uma vez que o Azurill oponente chorava (ou berrava) como se fosse a única coisa que fizesse. Talvez não demoraria para sua mãe aparecer com toda a família...

Dando novas ordens, ou melhor, gritando para sua Pokémon novas ordens, Snivy no começou teve dificuldades para entender, mas entendendo ou sendo ideia dela própria, a gramínea não estava mais suportando o grito e faria comando de qualquer jeito. A voz do azulado era abafada com as vinhas da cobra esverdeava que cobria todo o corpo do Pokémon. O fim da batalha não demorava e assim Snivy finalizava tudo com um golpe.

Acontece que o último golpe não só nocauteava o pequeno Azurill, como chamava atenção de uma Marill que aparecia ali, possivelmente sendo guiada pelo choro da Pokémon bebê. Como Marills são conhecidos por sua super audição, não demorou mais do que dois berros para que Azumarills, Marills e Azurills começassem a surgir de todos os lados da rua já noturna. Parecia que Lily e Taylor estavam sozinhas em uma rua que parecia andar enfestada por Pokémons roedores de água e que esses estavam prontos para vingar o bebê nocauteado. Se Lily quisesse prosseguir com esse plano, era melhor que ela fosse rápida, pois senão, as orações dela iriam mudar de “matar Azurill” para “me proteja dos Marills”.

Hora da Batalha
Condições da batalha: Perto da rua das trocas, com várias pessoas passando em volta. Chão de terra úmida e céu aberto, com campo iluminado pela luz das janelas das casas, da lua e estrelas. Vários Azurills, Marills e Azumarills surgindo de todos os lados.


Snivy/Taylor - Lv.08 - Trait: Overgrow
100%, Status: Normal
Vs.


Azurill - Lv.02 - Trait: Thick Fat
0%, Status: nocauteada.

5 EXP para Snivy

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por ~Betty em Seg 13 Jul 2015, 16:56

E como sempre, nada tinha dado como o esperado, talvez eu devesse começar a ter uma abordagem mais suave com as coisas, senão tudo daria muito errado e eu como uma futura famosa não poderia ter uma vida que tudo desse errado. Tudo bem, agora eu precisava pensar, a quantidade de Azurril e suas evoluções vindas em minha direção eram claramente grandes, e acho que meus pokemons não agüentariam batalhar com todos eles, sem contar que eu acabei de sair de uma batalha entrar eu outra seria tão exaustivo tanto para mim quanto para Taylor.

Eu tinha que fugir, fazer algo e fugir, e como tudo isso já estava acontecendo eu não sairia daqui antes de capturar esse Azurril! Pegava a ultima pokebola que tinha dentro da minha bolsa e logo jogava sobre o irritante Pokémon, e esperava que a captura fosse feita o mais rápido possível. Os pokemons aquáticos estavam se aproximando e eu precisava correr o mais rápido possível, colocava Taylor em meu colo e quando a captura desse completo eu sairia correndo daqui o mais rápido possível, e tentando como sempre fugir de uma batalha.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por Ayzen em Ter 14 Jul 2015, 10:21

A situação para Lily fechava-se. A stylist acabava a batalha com vitória, até porque, o bebê mal reagia perante Taylor. Mas o problema estava na mãe e na gigantesca família, que aparentava ser bem fértil, pela quantidade. Ao olhar ao redor, a amanhecer reconhecia a clara desvantagem. Apesar de Snivy ter a vantagem de tipo, nem ela, nem os outros Pokémons de Lily conseguiriam deter tamanha quantidade de golpes que se seguiriam dali

Consciente da situação, a loira pegava sua última Pokébola e tocava no Pokémon bebê desmaiado. A luz vermelha surgia de dentro da esfera e cobria o Pokémon azulado e o puxava para dentro. Lily começava a correr com sua parceira no colo, enquanto a Marill-mãe dava a ordem e todos os roedores saiam correndo. As ruas da pequena vila eram cobertas pela onda azulada que eram dos roedores de água, enquanto a loira puxava o monte. No momento, a amanhecer agradecia muito por estar de sapatilhas, uma vez que o salta deixaria a “princesa” nas mãos dos revoltados roedores.

De longe, a cena parecia até engraçada, mas não para a stylist. Taylor gritava no colo da mulher, como se dissesse para ela ir mais rápido, uma vez que os Pokémons estavam bem próximos deles. As ruas vazias. Com o passar, a agitação fazia com que alguma cara aparecesse pela janela, recolhendo-se em seguida, temendo sobrar para si na confusão. Quando pensava que estava tudo perdido, no virar da esquina, Lily era puxada para dentro de uma casa...

A casa era comum, como toda de Jorvet, no entanto, era tão organizada que parecia aconchegante. Parecia também um pouco aconchegante e quente, em contrapartida da noite fria que estava lá fora. Viver perto do mar traria aquela sensação térmica de friagem. O rapaz loiro, olhos azulados e pele tão perfeita quanto de Lily (senão mais) ria um pouquinho da menina que estava ali no chão, com um Snivy de um lado e uma Pokebola do outro, com um bebê Pokémon dentro.

- Essa foi por pouco, não? – ria e estendia a mal para levantar Lily do chão. – Nossa, que unhas lindas! – os olhos do loiro se iluminavam ao ver as unhas da Stylist e ele pegava a mão da mulher com suas duas mãos e admirava o que para ele era uma tamanha perfeição.


Loiro dono da casa
-1 Pokébola
Pokémon capturado.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por ~Betty em Ter 14 Jul 2015, 18:41

Quando a captura foi finalmente completa, já com Taylor no meu colo, eu dava uma olhada para os ratos aquáticos e logo em seguida começava a correr como nunca na minha vida, eu mal sabia para onde estava indo, mal sabia se eu de fato estava indo para algum lugar, só sabia que eu precisava correr desses roedores malditos, pois se eles conseguissem me alcançar eu não queria nem imaginar a quantidade de ataques que eu iria receber, e como esse meu lindo vestido ficaria estragado, nunca agradeci tanto por estar usando uma sapatilha em toda a minha vida.

Taylor gritando em meu colo, cabeças saindo e entrando em janelas, e um enorme monte de Azurrils e suas evoluções atrás de mim, tinha como isso ficar pior? Eu realmente acho que não, por sorte um milagre caiu sobre mim, ao virar a esquina uma mão me puxava para dentro de uma casa.

A casa não era lá das muito luxuosas, sendo bem simples – como todas desse fim de mundo – no entanto era uma casa tão organizada e aconchegante, mostrando que uma boa decoração e organização qualquer barraco pode ser no mínimo uma residência decente. Ao olhar para o lado via o rosto do meu possível “salvador” e ficava encantada. O loiro tinha uma pele maravilhosa, que daria inveja a qualquer pessoa sã que olhasse para ele, o mesmo com um sorriso no rosto dava uma leve risada da situação enquanto estendia a mão para me ajudar a levantar.

- Moço, isso foi por um triz! Dizia olhando para o loiro com um olhar de gratidão, olhar que não era comum de aparecer em meu rosto. – Obrigada pelo elogio gato, mas nada nesse lugar é mais perfeito que sua pele! Coisa mais linda do mundo essa pele meu deus! Vamos fazer assim, se você quiser posso te dar uma dicas para a sua unha se você me der algumas dicas para minha pele. Terminava a frase com um sorriso no rosto e com um brilho nos olhos, torcendo para que o mesmo aceitasse fazer essas trocas de dicas. - Ah,quase esqueci me chamo Lily e você?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por Ayzen em Qua 15 Jul 2015, 09:26

A casa bem aconchegante, embora a iluminação não favorecesse muitos detalhes, era uma das melhores na vila. Na porta, um barulho de vários passos, como uma corrida de um exército. Os Azurills, e evoluções, estavam à procura da loira e revirariam Jorvett inteira na procura. Enquanto o barulho e o caos se alastrava lá fora, dentro a mulher já se colocava em pé e conhecia o seu salvador, que além de ter uma pele perfeita, estava interessado na qualidade da unha de Lily.

- Garota, você encontrou um amigo agora. – dizia o rapaz, em resposta da promessa da amanhecer em trocar os segredos de pele com os segredos da unha da loira. – Sou Joshua Drake. E agradeço por reparar... Muito gentil de sua parte. Tenho um creme de algas que eu compro sempre que vou à Twister City. Vou poucas vezes, apenas para fazer uma troca ali e aqui, trazer variedades para o comércio daqui, mas, enfim, você pode levar esse.

Joshua seguia andando pelos cômodos da sua casa. Era tudo bem limpo e organizado. O chão de terra batida da vila parecia não afetar em questão de poeira o local. Taylor andava agora sozinha no chão, reparando tudo e ainda ofegante (mesmo que não tenha corrido, ainda tinha batalhado contra o Pokémon ). O loiro aparecia com um pequeno pote, e abria, passando dois dedos dentro e tirando uma gosma verde. Ele tocava um pouco na pele de Lily e assim ela sentia o gelado (e refrescante) creme na cara.

- Ele é refrescante, dilata os poros para fazer uma limpeza profunda e dá um efeito mate, que deixa a pele assim. Uso toda noite. Pode ficar com esse mesmo. – Joshua entregava o pote para a stylist, enquanto a bagunça continuava lá fora.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por ~Betty em Qua 15 Jul 2015, 18:25

A cada barulho que eu ouvia vindo de lá de fora, eu me tremia um pouco, mas logo me acalmava quando o loiro voltava a conversar comigo. E para a minha surpresa o homem que eu procurava para trocar os pokemons era o meu salvador o único e até agora fabuloso Joshua Drake! Eu não poderia estar mais feliz, o loiro alem de ter me salvado daquele bando de pokemons ainda poderia “me dar” o Pokémon querido. Se a alguns minutos eu estava bem triste pode ter certeza que nesse momento eu estava 100% feliz.

Ele saia andando pela casa e parecia que tudo era realmente bem organizado, Taylor também ficava andando de um lado para o outro com um ar ofegante que me deixava com raiva, tudo bem que ela batalhou contra aquela Azurril maldita, mas quem teve que correr igual uma louca com ela no colo fui eu aqui, então Taylor meu amor, seja menos por favor.

Joshua voltava e começava a falar sobre um creme maravilhoso, logo em seguida passava o mesmo no meu rosto e dizia que eu poderia ficar com ele. Esse homem era realmente um amor. - Nossa, muito obrigada, vou passar esse creme todo dia a partir de agora. Bom, como eu sou uma Stylist viajante que vive a base de comidas baratas e hotéis de graça eu não tenho nenhum creme pronto nesse momento para te dar, mas tem um creme a base de gosma de Shellos que é maravilhoso para as unhas, tira as cutículas, fortalece as unhas e ainda as deixa com um brilho maravilhoso, e eu prometo que na próxima vez que visitar Jorvet irei trazer o seu creme! É uma promessa. Dizia para o moço com um sorriso e logo em seguida mudando para o assunto que me interessa.

- Então Jo... Posso te chamar de Jô? Então Jo, assim você acredita que toda essa bagunça com os ratos aquáticos foram feitas por causa de uma captura que eu fiz? E essa captura era apenas para eu trocar de Pokémon com você. Então... Você faz trocas foras do horário de trabalho? Diz que sim por favoooooor! Falava para o loiro com as mãos juntas em forma de oração e com um olhar pidão.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por Ayzen em Qui 16 Jul 2015, 09:32

Lily passava de um sentimento revoltante por ter fugido dos ratos de Jorvet, para um sentimento de pura satisfação. Primeiro, conhecia a pessoa mais sociável para ela da vila e segundo, essa pessoa não era nada mais, nada menos do que o responsável pelas trocas na rua de trocas. A stylist não poderia ter maior sorte, seguida do azar de fugir dos Pokémons. Fora isso, ainda ganhava um creme para pele que daria um novo visual para ela...

- Não se incomode, querida. Mas pode anotar que vou cobrar. – brincava o loiro.

Antes que Joshua pudesse responder a pergunta da amanhecer, depois de concordar que ela poderia o chamar de apenas “Jô”, o barulho se intensificava lá fora. Parecia que os Azurills e evoluções haviam decidido acabar com a vila até encontrar a stylist. Curioso, Joshua abria a janela um pouquinho, criando uma fresta por onde olhava, sendo seguido por Lily e Taylor.

Lá fora, uma pequena guerra estava estalada. Uma senhora usava uma vassoura para expulsar o roedor de sua casa. Um homem usava sua espingarda e atirava no rato, mas logo em seguida um cadete surgia interrogando o mesmo sobre o porte de armas. Ao longe, um Meowth e um Taillow batalhavam contra um grupo de azulões, enquanto mais na frente Aya, do PEVOAK, tentava convencer os cadetes e gladiadores que batalhavam a não maltratar os animais da vila, usando um Slowking para levitar os Pokémons roedores para cima, deixando-o longe de confusão, via Telekinesis. Atrás da rosada, um Gallade protegia ela de eventuais ataques, enquanto um loiro e seu Floatzel riam do acontecimento ali.

- Nossa, você fez uma verdadeira bagunça aqui fora, hein, garota? – dizia o dono da casa, fechando a janela antes que um Marill reconhecesse Lily e resolvesse coordenar uma invasão ali – Mas bem, nunca aconteceu isso, mas posso perfeitamente trabalhar, afinal, só as dicas de unha que você me deu valem à pena. – respondia pegando uma maleta que estava na sala e a abrindo, revelando três Pokébolas dentro. – Tenho comigo aqui agora Clamperls, macho e fêmea, e um raro Chespin. O que você tem em troca, amor? – perguntava o loiro, rindo.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por ~Betty em Sex 17 Jul 2015, 01:50

Lá fora estava uma verdadeira bagunça, não que eu me importasse com oque os outros estão passando, mas de um jeito ou de outro eu teria que uma hora enfrentar aqueles ratos "maravilhosos" e dar um fim nessa bagunça de uma vez por todas. Senão como eu conseguiria ir para a praia e aproveitar o sol antes que o inverno chegasse?  

Jô era uma amor, tinha bom humor, um bom senso de moda, era vaidoso e ainda sabia ser um pouquinho ácido, ele era a minha versão masculina disso eu tinha certeza - ou uma versão melhorada de mim -Jô meu amigo, ser eu não está sendo fácil. Com um olhar serio terminava a minha breve afirmação.

A troca estava confirmada, Jô sendo uma pessoa tão maravilhosa logo pegava sua maleta e mostrava para mim os pokémons que tinha para troca, Dois Clambler, Camplers, Clamtler, em resumo dois pokémons que ninguém se importava e um lindo, maravilhoso e extremamente amavel Chespin, para falar a verdade nem sabia como era a personalidade de Chespin apenas sabia que eu o queria.

Tirava de minha bolsa a pokébola da Sentret, futura atriz ganhadora do Oscar, da futura mãe violenta Lillipup e pegava do chão a pokébola da razão dos meus problemas também conhecida como Azurril. Olhava para as mesmas e um pouco de remorso me dava, mas logo passava pois eu não gostava desses pokémons mesmo. Minha última frase, suou tão egoista e malvada na minha mente que eu não via a hora de usar ela com alguém que eu não gostava.

- Jô! Minha proposta é, a minha rainha do drama Sentret, com uma linda Lillipup e uma fofa Azurril pelo Chespin, você aceita? Com um sorriso eu dava a proposta e esperava que ele aceitasse já que pelo oque eu me lembro ele estava aceitando 3 pokémons qualquer por um raro.

Mesmo sorrindo, mais da metade de mim estava preocupada com oque iria acontecer depois da troca, eu estava com sono, com fome e para ir para o Pevoak eu teria que atravessar esse mar de Marrils e afins, eu tinha que pensar em algo, algo inteligente e sagaz, algo que me livrasse desse pesadelo e que podia fazer desse inferno chamado Jorvet, se tornar o meu paraíso

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por Ayzen em Sex 17 Jul 2015, 09:31

Na cada de Joshua, a menina se via refém dos Pokémons aquáticos que estavam nas ruas, fazendo a maior confusão. Aya, cadetes e gladiadores tentavam contornar a situação. Passava de 20 horas e Lily só poderia pensar em uma coisa (a que causou tudo): a troca! Não demorou para a stylist fazer sua oferta. O olhar da amanhecer se direcionou da Pokébola do Chespin até as três esferas da sua mão. Joshua se interessava nos espécimes.

- Querida, você conseguiu um Chespin!

A oferta era logo aceita pelo rapaz dono da casa e no momento a situação ficava ainda mais contente para Lily. Se livrava de três encrencas e adquiria um Pokémon novo e raro, cuja personalidade ainda era um segredo para a menina. Depois de tudo acertado, a amanhecer adquiria mais um Pokémon, mas na realidade, sua preocupação estava em voltar para o PEVOAK sem ser “devorada” pelos roedores. Joshua percebia uma certa preocupação.

- Agora que os negócios foram feitos e a confusão lá fora continua, que tal você passar a noite aqui? Acho difícil que os Azurills deixem alguém passar pelas ruas por essa noite... E acho que já tem muita gente fazendo a limpa na cidade. – a oferta do loiro era tentadora e aumentava quando ele pegava uma outra maletinha, uma nécessaire com coisas de unhas – Podemos cada um fazer a unha do outro!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por ~Betty em Sex 17 Jul 2015, 16:52

Eu tinha conseguido o Chespin e não poderia estar mais feliz por isso, estava agora livre de 3 pokémons quais eu não me importava e ganhado um que seria uma boa ajuda na minha carreira, talvez não como um pokemon belo que eu poderia usar nas apresentações, mas sim um pokemon forte que meio que poderia ser meu guarda-costa.

Eu estava realmente feliz, a única coisa que ficava "alfinetando" minha cabeça era o fato de que eu precisava fazer algo para voltar ao Pevoak, mas logo essa questão também era esquecida, já que Jô perguntava se eu queria dormir em sua casa e logo eu aceitava, pois sem dúvida seria melhor dormir na casa de um possível amigo doque num abrigo comunitário.

- Jô, você não faz ideia o quanto que eu te amo! Já que não temos nada para fazer essa noite, poderíamos fazer meio que uma festa do pijama né? Tipo, fazer brigadeiro, as unhas, máscaras faciais, jogar conversa fora, vai ser maravilhoso! Eu estava tão excitada para essa possível festa do pijama, a um bom tempo que eu não fazia essas coisas fúteis simples para relaxar.

Após dar a ideia da festa do pijama, tirava Chespin e Barry de suas pokébolas na intensão de fazer com que ele conhecesse seus novos companheiros de equipe. - Chespin, Taylor e Barry, Taylor e Barry, Chespin. Dizia a frase meio que empurrando o pokémon para o lado dos meus primeiros pokémons. - Quer saber, Chespin a partir de hoje irei te chamar de Chester, acho que é um nome que combina mais com você. Dizia para o pokémon que parecia ter gostado do novo nome dando um grande sorriso.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por Ayzen em Seg 20 Jul 2015, 10:17

Off: Espero que tenha gostado da personalidade do Chester. Quer alterar alguma coisa?


O convite de Joshua caia como uma luva na vida de Lily. Voltar para o PEVOAK quando Jorvet em peso trabalhava para limpar a confusão que a stylist aprontara poderia ser uma difícil missão. Agora, dormir com um novo possível amigo e deixar as coisas mais à vontade em uma festa do pijama... Isso sim poderia ser mais relaxante!

Enquanto a ideia era acatada pelo casal de mais novos amigos, a amanhecer apresentava o novo parceiro, Chester. O gramíneo de cabeça pontiaguda acenava para Barry, que apenas miava acenando para ele, enquanto Snivy apenas dava um sorriso singelo, para não dá muita moral para o novo parceiro. No entanto, Chester parecia não querer muita conversa com Taylor, que ficava revoltada no momento por ter sido menosprezada. Glameow ria da parceira, enquanto recebia uma bronca da mesma pela situação...

Enquanto isso, Joshua pegava dois colchões, estilo solteirão, e trazia para a sala. Lily ficava livre para poder se arrumar e colocar seu pijama, enquanto o jovem trazia uma tigela de nachos com um molho picante ao lado. Colocava o estojo de unha, os produtos de pele ao lado da cama. Trazia também revistas de roupas e moda, enquanto o loiro dono da casa, sorrindo, preparava o brigadeiro.

- Lily, você vai provar do melhor brigadeiro de Jorvet. E único. – a última parte foi abafada, como brincadeira.

A jovem se sentava no colchão e enquanto um fazia as unhas do outro, Snivy tentava uma nova aproximação com o recém-chegado. Não deu muito certo, já que Chespin evitava ao máximo a gramínea, que cruzava os braços e declarava que não precisava de ninguém. Barry, encolhida em um tapete felpudo da casa, ria dos dois.

- E então, flor, qual é a sua história? Como foi passar no teste da digna da Angélica Thompson. Ela é um pouco machão, mas quando está em uma cerimônia, a mulher arrasa nas roupas. Mas também, com um corpo daqueles... Qualquer coisa cai bem...


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por ~Betty em Seg 20 Jul 2015, 16:05

Off: Adorei a personalidade do Chester. Mais um pra brigar com Taylor  :p

Parecia que a nova “relação” de Chester e Taylor não eram das melhores, enquanto a mesma ficava indignada por ter sido menosprezada pelo novato, Barry apenas ria da situação e ficava em seu canto recebendo bronca de Taylor. Percebi nesse momento que Taylor talvez não seja a pokemons mais fácil de lidar...

Dava um olhar para meus pokemons falando para eles se comportarem e logo em seguida deixava com que os mesmos socializassem sozinhos, torcendo para que não houvesse uma briga, ou qualquer coisa que poderia estragar a minha noite. Enquanto Jô saia para pegar alguns colchões eu me trocava e colocava meu pijama, logo em seguida prendia meu cabelo em forma de coque e por ultimo me olhava no meu espelho, mandando um beijinho para meu reflexo.

Jô estava preparando o que ele dizia ser o melhor brigadeiro de Jorvet – e também o único – e enquanto o brigadeiro não estava pronto eu ficava olhando algumas revistas de moda, e babando pelos Look que tinha nelas, a tanto tempo que eu não fazia compras, e ainda mais com essa quantidade minúscula de dinheiro que tinha não conseguiria mesmo fazer.

Já com o brigadeiro feito, Jo e eu sentávamos no colchão e começávamos um a fazer unha do outro, as unhas dele eram tão linda que não pude fazer muita coisa, apenas lixava a mesma e passava uma base por cima para deixar com um brilho.

- Quer que eu pinte sua unha de que cor? Dizia já pegando o estojo de unha e pegando os esmaltes que tinha lá. Olhava para meus pokemons para ver se eles não estavam fazendo nada, e via Taylor tentando se aproximar de Chester, que parecia não gostar muito da gramínea e apenas a ignorava, Taylor com raiva cruzava os braços e dizia algo em língua Pokémon que eu certamente não entendia e logo em seguida como forma de vingança a mesma usava seu Vine Whip e puxava o pé de Chespin, fazendo com que o novato caísse de cara no chão, a mesma ria de uma forma exagerada e debochada, Chester com raiva logo se levantava e ia para cima da inicial.

- Epa, epa, vamos parar vocês dois! Sem brigas, sem batalhas, sem nada, porque eu quero relaxar. Voltem para a pokebola os dois. Barry pode ficar você ta de boa. Dizia puxando meus monstrinhos para suas pokebolas, deixando apenas o Pokémon gato de fora, já que o mesmo parecia estar apenas relaxando também.  

- Desculpa Jô, às vezes ser dona desses Pokémon cheio de personalidade é difícil. Minha historia, nossa, eu sei lá... Eu cantava, lancei um single que até que fez sucesso, lancei um álbum, esse álbum vendeu apenas 500 copias em todo o Shinki, fui mandada embora da gravadora, montei uma jardineira com meu irmão em Grung, cansei de mexer com os jardins e fui fazer o teste para Stylist, e passei, tcharam! Essa é minha historia. E... Bom, acho que vou te decepcionar um pouco agora, quando eu fiz meu teste foi com o Kibato, e infelizmente eu não tive a chance de ver a maravilhosa Angelica ao vivo. Sem contar que eu amo esse jeito durão dela, sempre quis saber como ela era quando mais nova... Mas então e você? Qual é a sua historia meu amor?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Water Walls

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum