Uma nova cidade, um novo problema

Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Brian$ em Sex 01 Maio 2015, 01:25

"Frio... Nunca pensei que sentiria isto!" - o grande homem contem uma breve risada enquanto se distancia do hotel. Contudo, não pôde deixar de olhar o cadete dorminhoco que estava de patrulha na delegacia, que para a alegria do gangster fica bem na frente do hotel. Então, ele escarra no chão depois de passar pelo cadete, em sinal de repulsa.

"Aproveite sua soneca seu verme, pois amanhã você conhecerá o verdadeiro inferno!" - Seu ódio é notável e aberto, mas ele sabe que ainda não está na hora. Assim, o grande homem vai caminhando a procura de uma padaria para poder comprar os doces para seu druddigon.

Enquanto caminha pela nova e porque não dizer bela cidade o homem sente seu celular vibrando e ao pega-lo percebe que sua operadora lhe mandou outro brinde, o TM Dig, justamente o item que ele estava precisando neste momento. Desta forma, ele resolve que primeiro irá pegar os doces para seu dragão, afinal ele é um homem de palavra e depois vai pegar o TM para dar início ao seu plano.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Bianca.red em Sab 02 Maio 2015, 22:03

Estranhando e até achando um pouco interessante o fato de estar com frio, sem nem suspeitar que enfrentaria temperaturas muito inferiores em algum momento de sua jornada, Brian passava pelo cadete sonolento com ódio e se contendo muito para aguardar o melhor momento para dar inicio ao seu plano. Como o cadete mal estava conseguindo manter seus olhos abertos e estava muito mais interessado em seu copo para viajem, provavelmente cheio de café, Brian não teve receio ou problemas em passar em frente ao dormitório e delegacia enquanto tentava encontrar uma padaria ou qualquer loja que vendesse doces.

O apocalipse cogitou entrar no mercado ou simplesmente bater na porta dos fundos para conseguir os doces, mas assim que estava em frente ao prédio, Brian viu a estação de trem e logo se lembrou de ter visto de relance uma padaria no momento em que deu seus primeiros passos naquela cidade. Seguindo sua memória e torcendo para o lugar estar aberto, Brian caminhou calmamente até parar em frente a uma pequena padaria, de onde saia  um delicioso cheiro de pães e doces recém assados.


O local era bem simples e tinham algumas pessoas fazendo fila em frente ao caixa para comprarem pães para o café da manhã, mas também haviam duas pessoas tomando café em uma área com cadeiras e pequenas mesas arrumadas, onde um atendente estava entregando uma pequena caixa de biscoitos para um dos clientes. Era possível ver os produtos na vitrina, todos lindos e apetitosos, o que fez o estômago do apocalipse resmungar um pouco enquanto se lembrava que havia saído do hotel sem comer nada.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Brian$ em Dom 03 Maio 2015, 14:37

Off: post pequeno, mas é só uma compra na padaria :P


Depois de alguns minutos de uma caminhada deveras agradável, Brian adentra na padaria e logo na entrada já se sente intoxicado pelo inconfundível aroma de pão quente, chegando ao ponto do seu estômago roncar de fome, percebendo só agora que havia saído de casa sem comer.

Então, vendo poderia tornar a compra um pouco mais proveitosa, ele adentra na fila e espera sua vez calmamente. Isto também era estranho, pois em Kalled normalmente as pessoas saiam de sua frente quando o viam chegando, fazendo esta experiência numa fila ser única também.

Quando sua vez chegar, o gangster vai chegar para a atendente e dirá:

- Quero 10 petiscos pokemons e alguns pães quentes, se tiver refrigerante também irei levar!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Bianca.red em Seg 04 Maio 2015, 23:58

off: ok ^^ meu post também vai ser curto



Estranhando um pouco a nova experiência, de ter que ficar esperando em uma fila em vez de ver as pessoas saírem correndo, amedrontadas demais com a fama que tinha conseguido em sua cidade natal, Brian aguardava pacientemente enquanto as cinco pessoas a sua frente iam fazendo os pedidos e pegando, logo antes de sair sem dar muita atenção para o apocalipse. Ficar encarando a vitrine cheia de doces só conseguia aumentar a fome de Brian, que logo começou a encarar o chão ou olhar para qualquer lugar enquanto tentava se distrair.

Depois de poucos minutos chegava a vez de Brian, que fazia seu pedido só precisou especificar quantos pães queria e qual refrigerante queria antes de ver a atendente ir buscar os pães, que tinham acabado de sair do forno. Os petiscos também estavam quentinhos e assim que pagou o que devia (PK$145,00), o apocalipse saiu da padaria e se viu diante da movimentada estação de trem, onde suas encomendas o esperavam.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Brian$ em Ter 05 Maio 2015, 00:06

OFF: Tudo bem Moon, agora que a brincadeira vai começar ^^


De posse de alguns petiscos pokemons e de um pão quentinho, o grande apocalipse se aproxima do balconista da estação de trem de forma a pegar suas novas encomendas. Ele cede o número código que usou para fazer as compras e receber o prêmio de sua operadora de celular e depois de pegar os dois TMs ele se retira do movimentado local enquanto vai bebendo seu refrigerante, que está bem gelado.

No caminho, o homem morde alguns pedaços de pão enquanto procura um local perto da delegacia que ele possa se esconder para poder explicar seu plano para Tormenta, além de entregar os doces para Inferno, do contrário o grande dragão ficará mais chato ainda.

"Em breve... Em breve eu irei mudar para sempre o conceito de caos em shinki!" - O apocalipse pensa com um sorriso maquiavélico no rosto enquanto arranca um grande pedaço de pão com seus dentes brancos e extremamente afiados.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Bianca.red em Ter 05 Maio 2015, 22:59

off: uhuuuuuu \o/ que comecem as mortes Twisted Evil
off²: ficha atualizada ^^



Com os docinhos e alguns pães bem quentinhos agora em mãos, Brian foi para a estação de trem já bebendo seu refrigerante gelado. Como sempre a estação estava bem movimentada com pessoas indo ou chegando na cidade e alguns funcionários passando apressados por Brian, mas não chamando muito a atenção, o apocalipse conseguia chegar no balcão de atendimento, onde uma mulher terminava de organizar algumas caixas, não parecendo estar em um de seus melhores humores.

Sem dizer nada enquanto verificava os códigos e a identidade Brian, a mulher logo voltou para o meio das caixas e depois de alguns minutos procurando, ela simplesmente entregou uma pequena caixa com duas TMs para o apocalipse antes de se virar e voltar para o seu trabalho. Assim que viu que aquelas eram as TMs certas e não querendo ficar mais tempo naquela confusão de pessoas, Brian saiu da estação de trem e caminhou por um tempo, até para na Rua BlackBelt, que estava estranhamente vazia e silenciosa, em comparação com o resto das ruas não muito distantes da delegacia.

Brian conseguia ver a Arena de Chermont de onde estava e aparentemente não havia nenhum desafiante naquele dia, já que o prédio estava fechado e silencioso. Assustando alguns Rattatas que estavam andando por aquela rua, Brian liberou Inferno, que não teve vergonha de pegar dois pacotinhos de petiscos e quase engoli-los inteiros antes de começar a pedir mais doces para o Brian, logo depois de quase pegar o pão que o apocalipse ainda estava comendo.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Brian$ em Qua 06 Maio 2015, 08:46

- Calma, Inferno! Eu tenho mais doces para você! - Brian responde enquanto entrega mais alguns petiscos para o seu guloso dragão.

Assim, enquanto o dragão de alimenta o gangster libera sua leal e preciosa Tomernta, que mostra um brilho nos olhos ao ver sei querido treinador a chamando.

- Tormenta, minha querida, eu tenho uma técnica muito especial para ensinar a você! E a você também, Inferno! - ele então se aproxima dos dois pokemons e toca neles com os TMs recém adquiridos, ensinando o dig para Tormenta e o dragon claw para Inferno. - Agora, eu preciso que você me faça um favor minha querida, eu quero que você use o dig e faça túneis, muito túneis, em baixo da delegacia desta cidade, que é o prédio na frente do Kazumi hotel. Eles devem ser pelo menos 7 metros abaixo da delegacia. Eu sei que isto deve demorar por isto ficarei esperando aqui até você terminar, também tome cuidado para ninguém perceber você! - ele termina passando a mão na cabeça de sua leal pokemon, que fica muito feliz com o carinho que recebeu e logo depois se afunda na terra, desaparecendo completamente de vista no meio da terra.

Então, com a ordem dada o grande homem se esconde num beco juntamente com seu dragão, esperando pacientemente o retorno de Tormenta.

- Inferno, em breve esta cidade irá virar um verdadeiro caos e eu preciso saber se poderei contar com você caso eu precise! - Brian pergunta, sendo a principio ignorado pelo seu dragão. - Sim, Inferno! Se você me ajudar terá mais doces... - ao ouvir o ultimo argumento o dragão logo solta um sorriso e logo concorda com os termos de seu mestre para em seguida se deitar ao lado dele e cair no sono.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Bianca.red em Qui 07 Maio 2015, 01:14

off: -1 pacote de petiscos XD
off²: ficha atualizada



Enquanto Inferno se contentava em devorar mais um pacote de petiscos pokemon, que pareciam agradar muito o grande e preguiçoso pokemon dragão, Brian se concentrava em ensinar um novo ataque para Tormenta e para Inferno, antes de ordenar que a pokemon formiga começasse a trabalhar em túneis logo abaixo da delegacia. Sem questionar, Tormenta logo sumia em um túnel que ela teve um pouco de dificuldade para fazer no começo, mas logo começou a avançar, sumindo da vista de Brian.

Inferno já tinha acabado com o pacote de doces e antes mesmo que Tormenta tivesse desaparecido para dentro do túnel, o pokemon dragão já estava roncando alto, então restou ´para Brian apenas esperar e imaginar o avanço de sua pokemon. Quase trinta minutos depois que Tormenta deu inicio ao plano, Bashee surgiu para ver o que Brian estava fazendo e como o apocalipse estava mais preocupado em ouvir qualquer sinal de problema, a pokemon fantasma imaginou que não tinha sido vista e logo tentou assustar Brian.

Ainda com sua pokemon flutuando ao seu redor e Inferno roncando tranquilamente, sem dar qualquer sinal de que pretendia acordar logo, Brian observou o tempo passar com o sol se movendo cada vez mais para o centro do céu e se escondendo em raras ocasiões de um ou outro "civil" que resolvia passar por aquela região. Depois do que pareceram horas, Brian começava a ter um péssimo pressentimento, que só piorou quando achou ter escutado algo que lembrava vagamente a voz de Tormenta......

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Brian$ em Qui 07 Maio 2015, 17:02


As horas vão se passando, Brian, já acometido pela ansiedade acha até que, por um breve momento, ouviu a voz de Tormenta na sua cabeça e isto com certeza não será algo bom. Então, o grande homem se levanta e recolhe Inferno para o interior da pokebola, para enfim ficar de frente para Bashee.

- Bashee! Tormenta saiu a horas e ainda não voltou... Você poderia ir procura-la? Você é uma pokemon fantasma, pode entrar de baixo da terra e me mostrar para que lado foi o túnel que ela construiu. Por favor... - ele se esforça para terminar a frase, pois saber que existe a mais remota chance de perder aquela chegou mais perto de ser uma família para ele.

Preocupado com o bem estar do seu mestre e amigo, Bashee solta um sorriso acolhedor e depois entra em baixo da terra para procurar o túnel que Tormenta fez e assim poder guiar Brian até ela.

"Por favor esteja bem... Por favor esteja bem..." - ele pensa bem preocupado, pois se por acaso ele perder sua preciosa pokemon nem mesmo se Arceus renascesse seria capaz de aplacar sua fúria e ódio.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Bianca.red em Qui 07 Maio 2015, 20:11

Não conseguindo mais aguentar ficar sem informações de Tormenta, ainda mais com o mal pressentimento que estava tendo, Brian retornava seu dorminhoco pokemon para a pokeball e pedia ajuda de Bashee para descobrir o que estava acontecendo. Não querendo mais ver Brian tão aflito e preocupado, Bashee dava um abraço no apocalipse antes de "mergulhar" no chão para ir seguindo o túnel que Trapinch havia criado.

Por um tempo Brian ficou apenas esperando, torcendo para suas duas pokemon estarem bem, mas logo Bashee reaparecia e fazia sinal para que o apocalipse a seguisse e logo os dois começaram a avançar, com a pokemon fantasma entrando debaixo da terra e reaparecendo para que Brian não a perdesse de vista. O caminho todo a pokemon parecia tranquila, como se não tivesse achado nenhum sinal que indicasse que Tormenta estivesse com problemas, mas assim que ficaram a apenas alguns poucos metros da delegacia, Bashee não retornou por um bom tempo.

Vários minutos se passaram sem nenhum sinal de suas pokemon, fazendo com que Brian sentisse vontade de abrir um buraco com suas próprias mãos para descobrir o que estava acontecendo, mas antes que pudesse fazer isso ou pedir para que Inferno o ajudasse com a escavação, Bashee retornava, parecendo estar muito assustada. No começo a pokemon estava agitada demais para conseguir se expressar de um jeito que Brian a compreendesse, mas assim que o apocalipse conseguiu acalmá-la, a pokemon respondeu que não tinha encontrado Tormenta. Depois de um tempo tentando sem muito sucesso em tentar dizer por mimica o que tinha visto, a pokemon ofereceu sua máscara para Brian, como se ela fosse ajudar Brian a compreender o que a pokemon queria dizer.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Brian$ em Qui 07 Maio 2015, 20:23

Sem pensar duas vezes por já estar quase morrendo de preocupação por sua querida pokemon, Brian ora a máscara das pequenas mãos de Bashee e pega sua estranha e peculiar mascara humanoide e coloca na sua face. Algo em seu íntimo sabia que isto seria uma experiência no mínimo estranha, mas se era para salvar Tormenta então que se dane.

"Tormenta minha querida, não se preocupe, logo eu irei busca-la!" - ele pensa enquanto tenta clarear sua mete para poder entender as memórias de Bashee.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Bianca.red em Qui 07 Maio 2015, 21:57

Não aguentando mais ficar nem um minuto sem saber o que tinha acontecido com sua adorada pokemon, Brian pegou as máscara de Bashee e observou por um momento antes de colocá-la, como se fosse uma simples máscara de alguma fantasia. No começo não aconteceu nada e Brian só via a escuridão, preferindo nem imaginar como deveria estar para qualquer um que passasse ali, mas logo o apocalipse sentiu algo estranho e antes que pudesse entender, começou a ver imagens em sua mente.

No começo Brian viu a igreja onde Bashee morava, mas essa visão durou apenas alguns instantes e logo foi substituída pela imagem do apocalipse pedindo que Bashee ajudasse a encontrar Tormenta. Era estranho ver o interior da máscara e ao mesmo tempo ver a imagens que Bashee queria mostrar, mas Brian se concentrou no que sua pokemon queria mostrar e começou a ver ela seguindo o túnel pequeno feito por Tormenta, tudo parecendo normal e sem qualquer sinal de problemas.

Apenas quando Brian já estava mais acostumado com ver o mundo com os olhos de Bashee que eles chegaram em um ponto em que o túnel simplesmente dobrava, quase triplicava de tamanho, como se algo ou alguém muito maior que Tormenta tivesse cavado. Por um momento Bashee ficou apenas observando, mas logo avançou mais para o fundo do túnel e viu uma silhueta enorme carregando alguma coisa com suas longas garras. Antes que Bashee ou Brian pudessem ver mais do ser estranho, um ataque foi lançado na direção da pokemon fantasma, que só teve tempo de fugir para fora do túnel e voltar para junto de Brian.

Nesse momento as imagens sumiram e Brian pode tirar a máscara sem problemas, encontrando Bashee flutuando na sua frente, com um sorriso no rosto, mas sem fôlego e parecendo bem cansada, como se mostrar tudo aquilo para Brian tivesse exigido muito da pequena fantasma. Enquanto pensava sobre o que tinha acabado de ver, Brian também notou alguns cadetes saindo da delegacia, procurando por alguma coisa ou alguém...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Brian$ em Qui 07 Maio 2015, 22:29

"Maldito excadrill!" - Brian pensa o logo depois retira a mascara fantasma da face, olhando agora com ódio para os cadetes que estão saindo da delegacia, pois agora é mais do que óbvio que seu plano foi descoberto e da pior maneira possível.

- Bashee, obrigado e pode descansar agora! - ele recolhe sua pokemon para a pokebola e depois procura um lugar para se esconder e poder observar os cadetes.

"Miseráveis! Então tem uma defesa sobre a terra não é? Muito bem, se querem conhecer o inferno de verdade eu irei mostrar a vocês! - ele pensa enquanto fica esperando os cadetes se separarem para ele então poder ir atrás de um sozinho (procurando um que possua tamanho semelhante ao seu) pois ele já tem um novo plano, ainda mais arriscado que o primeiro, mas que pode salvar sua querida pokemon.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Bianca.red em Sex 08 Maio 2015, 19:57

Devolvendo a máscara de Bashee e a retornando para descansar um pouco em sua pokeball, Brian amaldiçoava o pokemon que havia levado Tormenta e os cadetes que o haviam enviado para proteger a delegacia de ataques como o que o apocalipse tentou. Brian não podia estar mais furioso e agora teria que descobrir um jeito de resgatar sua pokemon das mãos dos cadetes, que enviaram alguns homens para procurar quem havia mandado a pokemon para o ataque.

Percebendo que logo seria interrogado por algum dos cadetes por simplesmente estar parado perto da delegacia no momento em que Tormenta foi pega, Brian resolveu se afastar da maneira mais natural que conseguiu e ficou de olho nos cadetes, esperando sua chance de agir. No começo o apocalipse ficou decepcionado, já que todos os cadetes eram menores que eles e os que eram da sua altura eram magros demais, mas depois de um tempo, em que Brian teve que se afastar mais um pouco e fingir que estava indo para o mercado que ficava próximo, um cadete alto e um pouco mais musculoso que o Brian saiu da delegacia e começou a procurar também, passando exatamente atrás de Brian antes de voltar e começar a ir sozinho para perto do Kazumi hotel.

Não querendo perder essa chance, Brian começou a seguir de forma discreta o cadete que por um tempo andou com um outro, rindo um pouco enquanto comentavam sobre quem deveria ter sido o "gênio" que havia mandado aquela Trapinch cavar bem embaixo da delegacia. Enquanto rangia os dentes para se controlar e não atacar dois cadetes naquela rua movimentada, Brian viu o cadete mais jovem ir em direção ao teatro, enquanto o que Brian seguia entrou em um beco ao lado do hotel Kazumi.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Brian$ em Sex 08 Maio 2015, 20:32

Depois de alguns minutos de "perseguição" e de raiva contida em cada fibra dos seus músculos, o irritado Brian segue o cadete musculoso até um beco atras do Kazumi hotel. O local até parece bom para desovar o futuro morto, mas do mesmo jeito que eles entraram ali qualquer outra pessoa pode avista-los e Brian não pode correr muitos riscos se quiser sua querida pokemon de volta e com vida.

- Hey, cadete! Venha rápido, eu vi um cara cara encapuzado andando ao redor da delegacia desde de manhã, eu não sei o que ele quer mas não quero ser assaltado por alguém como ele. Venha comigo que eu mostro o local que vi ele pela ultima vez! - Brian mente com paciência e frieza, algo bem comum para alguém que passou mais de uma década nas ruas. Sua ideia é levar o homem para um local um pouco mais reservado, próximo da arena que estava vazia, para que a primeira parte do seu plano seja executada.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Bianca.red em Sex 08 Maio 2015, 22:39

Quase não aguentando mais de raiva por ficar ouvindo os cadetes falarem de forma tão debochada dele e de sua pokemon, Brian ficou animado quando seu alvo finalmente se afastou do outro cadete. Parando apenas um momento para respirar fundo e parecer mais verdadeiro, Brian correu um pouco para alcançar o cadete e deu inicio ao seu plano, fingindo ter visto alguém suspeito e informando isso para o cadete.

- Certo, vamos logo então. - Falou o cadete parecendo um pouco descrente, mas logo seguindo Brian assim que este começou a correr em direção ao teatro, passando por uma rua pouco movimentada e que o outro cadete ainda estava longe de começar a verificar. Como sempre o teatro estava barulhento e era incômodo de se passar, mas os dois continuaram avançando em direção ao teatro. Quando chegaram ao local, não tinha ninguém, como Brian esperava, mas o cadete ficou confuso.

- Tem certeza que é aqui? Me mostre exatamente onde ele estava, assim posso mandar meus pokemon rastrearem para onde ele foi. - Falou o cadete observando os arredores, procurando o suspeito ou qualquer pista que indicasse onde ele esteve e a direção que seguiu.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Brian$ em Sex 08 Maio 2015, 23:06

Ao finalmente ficar sozinho com o famigerado cadete, Brian coloca a mão direita sobre o estômago e depois começa a tossir copiosamente, de forma a fingir estar passando mal enquanto se aproxima calmante do cadete, afinal este tem um porte mais atlético que os demais, colocando a mão sobre o ombro direito dele como se pedisse por ajuda. Então, ele sussurra algumas palavras para só o policial ouvir.

- Cadete... Você já dançou com o demônio em um teatro!? - ele fala de maneira cínica e fria para então subitamente enfiar com violência a mão esquerda dentro da boca do cadete, quase como um soco , enquanto ele fica sem reação perante a estranha pergunta feita pelo arruaceiro. O grande gangster usa toda sua raiva e força para enfiar a mão e logo depois o braço no interior da garganta do homem para sufoca-lo enquanto usa o peso do seu corpo para cair em cima dele de forma a deixá-lo sem reação e proporcionar a ele uma morte dolorosa e agonizante. Sim, este cadete é forte e provavelmente seu punho esquerdo será rasgado pelos dentes dele, mas com Tormenta em perigo nem mesmo o maior dos flagelos irá impedir Brian de resgata-la com vida.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Bianca.red em Dom 10 Maio 2015, 20:43

Conseguindo o que queria, que era ficar sozinho com o cadete, em um lugar que dificilmente alguém os notariam, Brian começou a passar mal, o que deixou o cadete preocupado e fez com que ele não pensasse duas vezes antes de dar apoio para o apocalipse, perguntando qual era o problema. O tempo que o cadete demorou para perceber o que o apocalipse havia dito foi mais do que o suficiente para que Brian se jogar em cima dele e da maneia mais lenta e dolorosa que conseguiu, o estrangular.

Foi quase uma morte silenciosa, ainda mais com os sons do teatro que só pareciam crescer, mas Brian continuou segurando a garganta do oficial até quase toda a sua raiva passar e ele ter certeza absoluta que aquele homem estava morto. Quando se levantou, Brian se surpreendeu ao notar arranhões e até algumas marcas no seu braço e barriga. As ultimas tentativas do cadete de salvar sua vida, que não foram percebidas pelo apocalipse em seu quase "ataque cego de raiva".

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Brian$ em Dom 10 Maio 2015, 20:57

Off: Moon, pode me dizer o nome do cadete que peguei o documento em Kalled? Ele não consta na minha ficha :P


Cansado mas com uma grande satisfação por eliminado mais um daqueles ratos, Brian se levanta satisfeito e praticamente nem liga para os pequenos ferimentos que recebeu durante seu breve embate. Então, não querendo perder tempo e nem a oportunidade, Brian pega todos os pertences do cadete como pokemons, itens, dinheiro e documentos para enfim ir retirando a roupa dele para poder vesti-la. Ele tenta fazer tudo o mais rápido que pode pois cada minuto perdido é um risco para a pequena Tormeta.

Assim que ele acabar de se vestir, o grande gangster vai pegar algum objeto cortante próximo para poder fazer um corte não muito grave no seu ante-braço esquerdo, de forma que ele possa chegar na delegacia aparentando estar ferido e assim poder encaminhar os cadetes para um local distante. Feito isto, Brian usa sua força para jogar o presunto num local mais isolado e depois vai o mais rápido possível para a delegacia e quando ficar na porta ela ele vai começar a fingir que seu ferimento foi mais grave, de forma a dar credibilidade ao seu pseudo plano de infiltração.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Bianca.red em Qua 13 Maio 2015, 00:08

off:
itens obtidos:

Pk$800
uniforme cadete completo
licença e documentos de cadete (Nome: Edward Stronghold)
3 pokéballs
1 Algema
1 Meowth
1 Mienfoo



Um pouco cansado, mas feliz por livrar o mundo de outro cadete, Brian parava apenas um instante para avaliar os pequenos machucados que tinha em seus braços antes de começar a pegar tudo o que podia do cadete, incluindo roupas e qualquer coisa que pudesse ajudá-lo a se disfarçar como um cadete. Antes que o outro cadete chegasse naquela área para verificar se encontrava algo suspeito, Brian terminava de se vestir e começava a nova parte do seu plano, se ferindo com um pedaço de vidro que havia jogado perto da arena e escondendo bem o corpo antes de ir correndo para a delegacia.

Com o braço escorrendo sangue com o corte não muito profundo, mas ainda assim incomodo e bem doloroso, Brian correu o mais rápido que pode, se preparando para se passar por um cadete ferido precisando de ajuda. A vontade de salvar Tormenta o fazia ir mais rápido e assim que entrou na delegacia, chamou a atenção de todos os cadetes. Alguns ficaram observando e esperando que Brian falasse algo, enquanto outros perguntavam o que tinha acontecido e onde ele tinha conseguido se machucar daquele jeito.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Brian$ em Qua 13 Maio 2015, 00:32

Off 1: Moon, faltou colocar na ficha os 800 pokedollars
Off 2: Coitado daquele que comprar esses iniciais da Katarina :P


Depois de uma corrida apressada e cheia de ansiedade, Brian agora se vê agora no interior da delegacia sendo fitado por vários cadetes, alguns curiosos e outros visivelmente preocupados com o que aconteceu com seu "colega". Então, aproveitando a grande atenção que já chamou Brian se aproxima lentamente da bancada da recepção da delegacia, fingindo estar pior do que já está para poder não comprometer o seu disfarce.

- Eu vi... Foi um massacre... Vários gangsters usando scolipides e gravelers nos atacaram do nada... Edward conseguiu segurar eles por algum segundos para eu conseguir chamar reforços. Eu não fiquei por muito tempo mais creio que havia mais de seis deles. Por favor... Levem reforços para e façam um perímetro ao redor do teatro! Rápido... Edward não vai agüentar muito tempo... E não se preocupem comigo, minha saúde não é prioridade agora!

Sua frieza com suas ações são apenas equiparáveis a sua vilania. De fato Brian do sabia o que era um perímetro policial porque gosta muito de séries de televisão. Mas, sua vida nas ruas o deixaram perito em enganar os outros e agora ele espera que seu plano funcione para que assim possa salvar Tormenta antes que seja tarde demais.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Bianca.red em Qua 13 Maio 2015, 01:52

off: adicionado o7
off²: coitado mesmo XD
off³: toma cuidado com essas pokeballs, você não vai querer esses dois soltos enquanto você ta ai ou no Kazumi Hotel XD



O plano de Brian seguia bem, com todos os cadetes achando que ele era apenas um dos que tinha ido com o grupo de busca vasculhar os arredores da delegacia, então o apocalipse logo deu sequencia, fingindo estar muito mais machucado e cansado do que aparentava e principalmente, do que se sentia. Os outros cadetes logo se organizaram, com a maior parte já indo com as pokeballs em mãos para fora, enquanto dois ficavam ali, apenas esperando para o caso de precisarem chamar reforços de outros cadetes que não estavam na delegacia naquele momento.

- Você precisa de ajuda. Sente aqui, eu vou buscar um abra, assim você chega em segurança até o hospital. Seus pokemon também estão feridos? - Perguntou a cadete, que era um pouco menor que Brian, mas se oferecia para que o apocalipse apoiasse em seus ombros para ela o levasse em um lugar onde pudesse se sentar, enquanto a cadete fosse buscar o pokemon psíquico.

- Por Arceus, será que tudo isso é por causa daquela bagunça que Zuzu criou por causa daquela receita idiota? - Comentou o outro cadete olhando preocupado para fora, enquanto ficava dividido entre ele mesmo ir buscar o abra para auxiliar Brian, ou ficar em seu posto, aguardando para chamar reforços caso fosse necessário.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Brian$ em Qua 13 Maio 2015, 10:04

Off: Não se preocupe moon, estou só esperando a Katarina postar para eu saber se ela gostou da oferta e logo eu despacho os inicias cadetes ^^


O plano parece correr melhor do que o esperado para o maligno Brian, que usando de subterfúgios e pura enganação conseguir se livrar de quase todo o contingente de cadetes que estavam na delegacia, restando agora apenas dois.

Felizmente, esses dois cadetes remanescentes podem ser úteis a ele, principalmente o rapaz que por alguma razão envolvendo algo ou alguém chamado Zuzu parece estar bem mais estressado e preocupado, mesmo perante a atual situação.

- Não! Este não é o momento para isto. - Brian fala se dirigindo a cadete que tentou ajudá-lo. - Meu corte não é profundo e eu logo ficarei bem. Mas se você quer me ajudar me leve até aquela estúpida pokemon que tentou invadir a delegacia, um dos gangsters que me atacacaram estava gritando por sua pokemon desaparecida então nós podemos usar ela contra ele! - Brian então tenta se apoiar nos ombros da jovem enquanto espera que ela o leve até Tormenta. - Você pode ficar de vigia aqui enquanto entramos e chame reforços caso seja necessário! - agora se refire ao cadete preocupado. - Vamos logo, cada minuto que perdemos aumenta o risco dos outros cadetes serem massacrados pelos gangsters!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Bianca.red em Qui 14 Maio 2015, 00:47

off: ok XD mas eu não consigo deixar de imaginar esses dois fugindo no Kazumi Hotel e o Brian correndo atrás XD



Feliz por seu plano estar indo muito bem, Brian continuava com o fingimento, aceitando a ajuda da cadete enquanto se preparava para usar aqueles dois cadetes para encontrar Tormenta mais rápido do que se estivesse procurando sozinho. Ouvindo o que Brian tinha a dizer, os cadetes pararam por um breve momento para pensar e apesar de ainda acharem que seria melhor mandar Brian para o hospital, eles decidiram não discutir.

- Certo, mas no caminho eu vou pegar o Abra, só por garantia. Carlos fique atento e qualquer me mande uma mensagem, estou com um mal pressentimento sobre isso..... - Comentou a cadete enquanto levava Brian por um longo corredor e logo começava a passar por algumas portas, levando o apocalipse por um caminho confuso e difícil de se decorar.

- Chegamos. Haunter já deve ter acabado, mas você sabe como ele é, não se esqueça de mostrar a licença antes de pegar a pokemon. Eu vou pegar o Abra aqui perto e te espero aqui. - Falou a cadete antes de deixar Brian em frente a uma porta que parecia ser bem mais resistente que as outras, com uma plaquinha que informava para só entrarem pessoas autorizadas. Assim que entrou, Brian viu Tormenta parada ao lado de um Haunter, mas apenas o fantasma reagiu, indo para perto do apocalipse com um sorriso travesso, querendo saber o que ele queria naquela sala.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Brian$ em Qui 14 Maio 2015, 01:20

Off: Eu realmente espero que isto não aconteça :P


Depois de um longo trajeto por um corredor estranho, Brian finalmente chega na sala onde sua querida pokemon está. Porém, algo de muito errado parece ter acontecido, pois sua pokemon parece nem mesmo ter notado sua presença, sem falar na ultima frase da cadete envolvendo aquele estranho haunter, fazendo Brian temer pelo pior.

"Tormenta... Não... O que esses bastardos fizeram com você!?" - Brian se corrói por dentro enquanto vê sua pokemon estática a sua frente. Será que ela sofreu lavagem cerebral pelo haunter e não o conhece mais? Isto ele ainda não sabe dizer, mas uma coisa é certa, ele jamais vai desistir de sua querida amiga e companheira.

Então, Brian tenta se aproximar de Tormenta o máximo possível e ao fcar próximo dela ele mostra a licença pokemon do cadete morto, tendo o cuidado de colocar seu dedo indicado em cima da foto do cadete que deve estar na licença e não a mostrando por muito tempo.

- Você não deve saber, mas vários gangsters nos atacaram nas ruas do teatro e um dele disse que quer sua pokemon de volta. Então, eu vou leva-la comigo pois ela pode ser uma arma muito útil para enganar aqueles criminosos idiotas! - Brian se dirige ao Haunter enquanto pega Tormenta nos braços, com todo o cuidado e carinho possível.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma nova cidade, um novo problema

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum