Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Página 9 de 11 Anterior  1, 2, 3 ... 8, 9, 10, 11  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Sakura Mille em Qua 08 Abr 2015, 16:27





Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!  

Serena me ajudava com os laços que o trio de lady aprontou comigo e por conta disso, meu cabelo já estava um pouco amassado. Usei o espelho mais próximo da casa de Natasha para terminar de me arrumar, evitando assim ficar olhando para Loki, Jack e, agora, Amu. Se bem que Natasha poderia ter feito muito mais crime que eles, já que ninguém a pegou ainda... Mas ainda sim, preferia ficar com Natasha do que perto de Loki...

Kitty não estava nada bem. Já bêbada (já era de se esperar), ela começava a cantar de forma totalmente desafinada, situação que começou a incomodar um pouco. Sabia que deveria fazer alguma coisa, mas isso acabaria com a festa e eu seria a chata... Mas sinceramente, menores de idade não deveriam beber! Amu era outra adolescente. Era incrível poder pensar que alguém quase 5 anos mais nova que eu poderia ter cometido tanto crime, mas eu tentava pensar nela como uma pessoa, mas era difícil quando cada imagem que vinha na minha mente era uma reportagem contra ela.

Parecia que todos iam beber. Todos tirando Ethan. Natasha tirou o “famoso” Fogo de Raposa das mãos de Ethan. Eu aceitei um e ainda pisquei para o ruivo, afirmando que ele poderia beber quando quiser assim que se recuperasse, embora ele já estivesse pronto para fazer os tipos de missões que ele fazia. Encontrar de terno na rua poderia significar isso e se eu tivesse conclusões mais precipitadas, diria que John fazia o mesmo para os apocalipses.

- S-saúde.

Dizia erguendo o copo ao ar e bebendo um pouco. O gosto era maravilhoso! Nunca tinha bebido algo tão gostoso, mas algo me dizia que aquilo tinha tanto álcool que meu sangue nem poderia suportar. Bebi mais um pouco, já começando a sorrir, principalmente da advertência que Natasha deu para Kitty, que eu sabia que iria cair no chão a qualquer momento. No meio de tanto álcool, aproximei de Natasha a pergunta mais besta que eu poderia ter.

- Se você recruta armagedons... Quem recruta apocalipses? – Serena olhava para mim como quem dissesse que eu não deveria saber dessa resposta, embora também dissesse que eu não deveria beber muito daquilo...


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Kitty em Sab 11 Abr 2015, 20:11

A morena seguia a cantoria, usando a garrafa de gin como microfone e se interrompendo vez ou outra, bebendo mais uma dose generosa de bebida nesses intervalos, o que acarretava em uma voz cada vez mais desafinada. Cambaleava, já tonta e soluçando, rindo sozinha.

-Todo mundo tem irmãHIC gêmeo aquiiiiii?

A adolescente perguntou, depois mirando o homem, ainda com Rattata nas roupas, rindo da dança estranha e começando a cantarolar algo sobre Poochyena mosca, garrafas de rum gigantes e abacates surtados, mas parava ao receber o copo com o Fogo de Raposa. No entanto, antes de provar, mirou Natasha chorosa.

-Não faz ixo... HIC... - Kate choramingou, abraçando Natasha. - PinHIC Ladys e Zantilly! Quem deizar a Natassa felizzzz HIC, ganha zaquinho de doceHIC! - O tom de voz era alto, chamando a atenção do trio rosado e da Spearow. - Probrema rezolviHIC! As trêss Sakis concordaHIC, néééééé?...

A gangster afirmou otimista, provando a bebida nova. Após o primeiro gole, refletiu por alguns instantes, devolvendo-o para Leonard e se dirigindo até a cozinha, voltando com o liquidificador ainda com a bebida azulada, bebendo o máximo que podia de uma só vez.

-Cazo contigo se me der a rezeita...

Pouco depois de falar, a adolescente foi pro chão, totalmente inconsciente.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Alice em Sex 24 Abr 2015, 11:59

A bebida forte fazia seu efeito mais rápido que um litro de qualquer outra. Após alguns poucos goles, Sakura começava a relaxar e a sorrir mais, começando a sentir o princípio de embriaguez. Ainda era capaz de distinguir a situação e sabia que se seguisse bebendo o Fogo de Raposa, no segundo copo já estaria totalmente bêbada. Ao seu lado, Ethan estava estranhamente quieto, analisando todos, possivelmente a escolha de quem o acompanharia na próxima missão e Sakura não sabia como ele poderia escolher alguém estando todo mundo bêbado.

Após a ameaça de Natasha, Kate chamava o trio cor-de-rosa e a Spearow, prometendo doces a quem fizesse Natasha feliz. A ruiva protestava enquanto tentava se livrar dos pokémons que a abraçavam insistentemente, fazendo de tudo para alegrar a recrutadora. Enquanto isso a morena provava a bebida azulada, se maravilhando e trocando o copo pelo liquidificador. Mais de um litro da bebida foi ingerida em segundos e, em seguida, Kate afirmou que se casaria com Leonard em troca da receita, desmaiando logo em seguida e deixando o liquidificador vazio cair no chão, rachando o mesmo.

O Armagedon parecia ignorar a proposta de casamento, se perguntando em voz alta como faria mais Fogo de Raposa sem o liquidificador. Natasha mirava a morena, reclamando também pela perda do liquidificador e até ignorando a esquila agarrada em um de seus braços, a coelha agarrada no outro e a ave abraçada a sua cabeça. Assim como todos, Sakura ignorava a adolescente desmaiada, voltando a atenção para Natasha e, mais desinibida pelo álcool, fazendo uma pergunta que Serena não queria saber a resposta.

- O recrutador apocalipse é o velho mais hipócrita que eu já conheci na vida! - Aline afirmava, balançando levemente seu copo com a bebida azulada já pela metade.

- Eu preservo as memórias do passado... - Amu comentava, tentando deixar a voz grossa, o que resultou em algo engraçado demais para Sakura evitar não sorrir.

Camila ria alto, dizendo que a imitação estava perfeita demais enquanto Leonard retornava para a cozinha, perguntando aos gritos quem mais iria querer Fogo de Raposa mal feito, já que não tinha outro liquidificador no apartamento. Sakura pegava as frases que o grupo já ébrio soltava de forma pouco coerente, mirando Ethan, o único totalmente sóbrio (involuntariamente), pedindo com os olhos que ele tornasse tudo compreensível e lógico, em suas mãos o copo já quase vazio da primeira dose do Fogo de Raposa, na boca o sabor doce e delicado de algodão doce.

- É o monge do Templo das Memórias. - Ele respondia calmamente, sanando a curiosidade da Stylist.

Serena batia com a cabeça no joelho de Sakura, insatisfeita com o novo conhecimento, Kate roncava no chão e os demais Armagedons riam, fazendo imitações do recrutador apocalipse. De repente tudo fez sentido para Sakura. Memórias do passado, Templo das Memórias e hipocrisia... O monge preservava as lembranças da guerra, não da época pacifica anterior a ela. Um disfarce perfeito, um lugar frequentado por crianças e pessoas que sonham com a paz e que faziam doações inconscientemente para a organização mais violenta...

Ouvindo o som dos roncos de Kate, o uivo do Poochyena da morena começou a indicar seu esconderijo no quarto de Natasha.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Sakura Mille em Sex 24 Abr 2015, 14:25





Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!  

A situação não estava tão legal assim. Apesar do gosto maravilhoso da bebida, o teor alcoólico ainda era enorme e com poucos goles, qualquer um ficaria morto de bêbado. Diante disso, algumas risadas se tornaram mais fáceis e Amu, Jack e Loki se tornaram tão inofensivos quanto um bebê... Meus olhos já lacrimejavam, inclusive pela voz da flor do deserto imitando um bêbado, o que era estranho...

Depois de várias pessoas rindo e fazendo brincadeiras das quais eu sabia que estava perdendo, descobri que o templo das memórias era o centro de recruta apocalipse e depois disso deixei o copo em algum campo e sentei no sofá, pasma. Serena parecia protestar, mas eu nem liguei. Parecia que o efeito alucinógeno da bebida estava passando, após mais uma descoberta. Mais e mais perguntas saltavam em minha cabeça. Por que os armagedons, já sabendo o ponto de encontro dos apocalipses, não atacavam direto os arruaceiros terroristas? Eles teriam contato com alguém dentro dos cadetes? Era tão fácil se tornar um armagedon e eles viviam em sociedade, como não entrar na corporação e ganhar altas patentes?

Um medo voltou a tomar o meu coração e diante de tudo, Ethan apenas analisava a sua volta. Eu tentei me manter longe do fogo de raposa, o que era um pouco difícil, pois a bebida parecia me chamar pelo ar. Parecia que o universo ouviu o meu apelo de não para a bebida e nocauteou Kitty ali, rachando o liquidificador, mas aparentemente, iria sair bebida. Agachei-me e peguei a morena ao lado e puxei para o sofá. Um uivo era ouvido e um peso nos ombros era sentido. Kitty, apesar de ser uma adolescente, era mais pesada do que eu...


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Kitty em Sex 24 Abr 2015, 23:57

Kate perdia todo o assunto, estando totalmente nocauteada pela bebida. Murmurava algumas coisas, principalmente quando o uivo de Poochyena era ouvido. Nem mesmo as risadas e a conversa pareciam despertar a morena, que seguia aparentemente dormindo e murmurando coisas que só faziam sentido em sua cabeça alcoolizada.

Sendo levada para o sofá, a adolescente continuou dormindo, choramingando enquanto sonhava, murmurando e reclamando que o quadril não era tão grande assim e culpando o tamanho do gargalo da garrafa, tendo o pesadelo de ver uma garrafa de bebida gigante e não sendo capaz de entrar na mesma para desfrutar a bebida.

-Saquê rosa morango...

Novamente a morena murmurava, mas agora sonhando com mais bebidas para si.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Alice em Qua 29 Abr 2015, 11:28

Sakura "despertava" momentaneamente após a nova descoberta. Com o peso de Kate sobre os ombros e tentando levar a morena para o sofá, a Stylist se fazia diversas perguntas a cerca da nova informação. O uivo de Poochyena seguia o coro de risadas dos Armagedons, que seguiam com um drink após o outro.

As palavras da Armagedon eram incoerentes, porém quando ela falou saquê rosa, Amore pareceu ter entendido Sake rosa e começou a mirar a Mille com claras segundas intenções. Com um chamado da esquila, as Pink Ladies começaram a avançar e Serena bem tentou afastá-las, protegendo sua dona de se tornar cor-de-rosa e, infelizmente, ficando rosa no lugar desta. O lacinho retornava para sua cabeça e a gramínea voltava a protestar e a tentar fugir, mas a diferença numérica a prejudicava demais.

A Amanhecer largou a arruaceira no acento do meio do sofá e sentou-se ao lado dela. Pouco depois, Leonard surgia distribuindo copos azulados para cada um e chamando por Kate com uma jarra na mão, informando que tinha mais fogo de raposa. Sakura nunca vira alguém acordar da bebedeira tão rápido antes.

Enquanto Serena tentava fugir das Pink Ladies, Kate esvaziava o líquido da jarra sem nem ao menos parar para respirar e isso deixava Sakura ainda mais impressionada. Com o novo drink, que Leonard dizia estar horrível para seus talentos, as palavras de Kate viraram murmúrios ininteligíveis. Mais bêbada do que nunca, a Armagedon literalmente escorreu pelo sofá, voltando ao chão. Para a tristeza de Sakura, quanto mais Kate escorria, mais Loki, o terceiro ocupante do sofá, surgia.

Sakura não sabe quando o copo com bebida parou em sua mão, mas com os olhos fixos no olhar de Loki, que lhe devolvia o olhar com a mesma intensidade (ou a mesma indiferença), o líquido azul foi ingerido tão rapidamente que teria deixado Kate orgulhosa. Sem o liquidificador, a bebida não se misturou tão bem, então ficou mais palpável a quantidade de álcool que havia no saboroso drink.

- Muitxo bem, Karaokê!

A flor do deserto já começava a colocar letras inexistentes nas palavras e, quando Natasha foi protestar, Amu retirou de sua mochila um notebook, microfones com entrada USB e caixas de som com amplificadores. A ruiva somente suspirou desesperada, prevendo que teria muito para explicar para o sindico no dia seguinte. Um programa de Karaokê era inicializado e centenas de opções de músicas apareciam, esperando serem selecionadas.

- Quem quer xer o primeiro?

Aline logo dizia que karaokê era algo muito infantil, enquanto Camila já começava a buscar sua primeira música de sucesso. Quando a Armagedon escolheu, Sakura descobriu que o que ela tinha de simpática tinha também de desafinada, embora não chegasse nem perto do desafinado de Kate com Haunter, segundo Natasha.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Sakura Mille em Qua 29 Abr 2015, 14:28





Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!  

Novamente percorria os meus olhos na sala, um pouco em crise. Mal poderia dizer que tudo o que passava ali era fruto de uma realidade alternativa. Antes fosse! Estava semi-bêbada (isso é possível?) em uma casa da recruta dos armagedons, repleto dos gangsteres mais procurados, abaixo das irmãs líderes. Loki era o mais assustador e ao ver que ele me encarava, deixava-me constrangida. Mas o pior foi saber que eu tinha bebido mais, sem nem perceber... Depois da última dose, parecia que o meu corpo estava mais... Mais “domável”.

Com Kitty no solo, ainda um pouco em traze, passou pela minha cabeça que a morena poderia entrar em coma alcóolico, mas como a adolescente estava acostumada, nem me importei. Como a bebida era doce, achei que o nível de glicose presente naquela mistura era o suficiente para manter a ressaca longe, ou ao menos complicações mais sérias... Quando Amu levantou uma nova brincadeira na sala, eu logo me via terminando a minha bebida e ouvindo os “desafinos” dos armagedons. Na verdade, nem eu me arriscava cantar, uma vez que não conseguia ouvir direito e já estava tonta. Mas ainda assim, ria de todos!

Natasha comentava que Kitty era pior, e tinha que comentar. O fantasma da arruaceira não era visto, mas encontrei Serena bufando raiva pelos lados, toda rosada, com bochechas avermelhadas e um laço na sua folha. A Pokémon não poderia estar mais furiosa... Eu estava estranhamente contente... Não me lembrava da última vez que fiquei bêbada, mas normalmente era eu quem dirigia de volta, então, não poderia beber.

- Acho que o Ethan quer cantar.... – dizia sorrindo boba, atiçando o pessoal a coloca-lo para cantar...


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Kitty em Sex 01 Maio 2015, 19:29

A morena parecia totalmente alheia ao seu redor, nem ao menos percebia quando era colocada no sofá, mas as palavras Fogo de Raposa servia como um despertador eficiente. Kate acordava e bebia todo o liquido azulado.

-De adooooooro...

Kate dizia para Leonard, enquanto escorria pelo sofá e voltava para o chão, soluçando e rindo de forma abobada, se erguendo e cambaleando quando ouviu a palavra Karaokê.

-Depoiz do cabeza de fóHICro, eu canHIC!

A adolescente dizia, já garantindo sua vez na cantoria, mas ao tentar dar um passo, caia sentada de novo.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Alice em Sex 01 Maio 2015, 20:41

A festa era animada e, após o segundo drink, Sakura se sentia mais solta... Loki ainda parecia assustador, mas por alguma razão a morena sentia vontade de rir sempre que pensava no medo. Os demais Armagedons cantando desafinadamente não ajudavam nesse aspecto, a deixando ainda mais relaxada e com vontade de rir.

Quando a Stylist colocou Ethan na lista da cantoria, o ruivo protestou, afirmando que não cantava bem. A morena sabia que era mentira, assim como todos os outros. Aline, totalmente ébria mas ainda com a expressão mau humorada e séria de sempre se candidatava a escolher uma música para o ruivo cantar.

- Eu não vou cantar música de festa de cinco anos de garotinhas. - Ethan protestava ao ver a primeira escolha da outra criminosa. - Muito menos música para festa de 3 anos!

Como Ethan não se erguia e se recusava a cantar todas as opções que Aline e Camila davam, Kate se ergueu e, com o dobro de passos necessários para chegar até o aparelho, escolheu sua música e tomou a dianteira.

- Já vi que a multa por barulho no condomínio vai vir alta... - Natasha resmungava aparentando muita tristeza.

Sakura queria acreditar que não era tão ruim, porém quando a adolescente começou, foi obrigada a tapar os ouvidos. Serena tentava se enterrar embaixo do sofá, enquanto as Pink Ladies se encolhiam umas contra as outras. Quando a menina chamou por Haunter e o fantasma (totalmente vermelho) surgiu, aceitando o convite para acompanhar a cantoria, Amore berrou chamando todos para as pokébolas.

Ninguém soube dizer quando os ratos, o spearow desaparecido ou o Poochyena de Kate ressurgiram, mas o som era tão irritante para os ouvidos deles que todos se esmagaram para dentro da mochila, cada um atrás da sua pokébola ou de uma pokébola para si. O desespero para fugir da cantoria era palpável e até mesmo Serena começava a revirar a roupa de Sakura atrás de sua esfera.

Quando o primeiro copo se partiu, Ethan retirou o microfone da mão da adolescente, dizendo que a música infantil era melhor que aquilo.

- Quero ela quando precisar interrogar alguém. - Loki dizia enquanto cutucava o ouvido com o mindinho.

- Olha só cara, eu te ouvi por cima do zumbido e só posso te dizer uma coisa: ela é Armagedon, então ela é minha! Eu que vou usar os "talentos" dela.

Serena parecia quase nocauteada nos braços de Sakura, ainda tremendo levemente após o ataque sonoro. Certamente a audição sensível dos pokémons fizera a cantoria ser muito pior para eles. Serena estava tão mal e rosa que até bebeu um gole do famoso Fogo de Raposa, sem nem perceber que era uma bebida alcoólica.

Kate:
-4 Pokébolas
2 Rattatas, Spearow e Bunneary se auto capturaram para fugir do barulho/cantoria

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Sakura Mille em Seg 04 Maio 2015, 09:21





Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!  

 
Ethan recusava de todas as forças cantar ali, ainda mais as músicas de crianças que eram escolhidas para ele. Perdemos de ver Ethan cantando e de sorrir para ele. Loki continuava cômico, não sei porque. Talvez pelo fato de saber que ele poderia tirar uma catana de algum lugar fatiar todos os seus “amigos” armagedons ali, e uma stylist que nada tinha a ver com o assunto. Todos ali eram assustadoramente engraçados. O que me deixava um pouco tonta, preferindo-me sentar no sofá.

Foi quando Ethan recusou e Kate aceitou, que eu percebi que pelo menos uma tinha coragem ali, dando a língua para Ethan, por ele está chato. Certamente eu percebi que já estava bêbada, mas quem se importa?! Kitty começava a cantoria e aquilo era pior do que tortura. Preferia fazer o teste de novo com Angélica e sentir toda a pressão que senti em Nyender, pois a voz da adolescente parecia uma tortura. Serena se remexia em meu corpo e tive que segurar o quimono, que já era curto e qualquer ação da rosa gramínea poderia liberar algumas partes das quais eu não queria mostrar.

Quando Haunter se uniu a cantoria, ficou pior. Os Pokémons sumiam, aparentemente indo para as esferas. Achei estranho aquilo, mas nem comentei. Quando Ethan conseguiu tirar o microfone da adolescente, assim peguei Serena no coloco, para saber se ela estava bem, mas estranhamente ela estava leve, com uma cara corada e aparentemente feliz. Seria possível que ela bebeu o fogo de raposa sem perceber?

Não achei que seria o perigo e soltei a pequena no chão, na qual abraçava a minha perna e passava a folha nela, fazendo cócegas. Serena parecia dizer que gostava muito de mim e que nada iria nos separar, coisas de bêbados melancólicos. Quando Natasha se aproximou, já prevendo uma multa por barulho em seu prédio, Serena voou na perna da recrutadora, como quem dizia que gostou muito dela. Eu ria. Ainda mais por que Loki continuava ali. Fora os outros. Além que passava em minha mente que eu conhecia o esconderijo armagedon...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Kitty em Qua 06 Maio 2015, 20:19

-Ranziiinza... HIC...

Kate murmurou após Ethan se negar a cantar, se aproximando do microfone e precisando de muito mais passos que o normal para alcançar seu objetivo, mas também, como não levar mais tempo? Tudo balançava tanto! Natasha agora morava num barco?

Ignorando a casa/barco que não parava de balançar, Kate começou a cantar alegremente, acreditando estar muito bem afinada e acertando a letra, chamando depois o fantasma para fazer um dueto com ela. Ambos cantavam alegremente, até Ethan tirar o microfone da adolescente. A morena mirou a mão vazia, mirando depois o microfone na mão do ruivo, o encarando alguns segundos, até que pulou em cima de Ethan e começou a escalá-lo, tentando obter a posse do item novamente.

-Ávore xata, para de se mezer e me da meu microHICne! Vou gravar um ZD, ficar famoza e muy rica, pra gaztar tudiiiinho em Fogo de Rapoza! HIC!

A adolescente comentava, enquanto tentava pegar o microfone de volta e continuava a escalar o ruivo, o chamando de árvore malvada e de tronco vermelho pequeno e sem graça nenhuma pra escalar.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Alice em Qui 07 Maio 2015, 14:07

O riso vinha fácil para todos (exceto Loki que ainda se mantinha sério com sua cerveja e vendo o jogo). Ethan, apesar de sentir a ferida sendo forçada pela tentativa da morena em o escalar, acabava rindo das forma ainda mais incoerente de falar da adolescente.

Sakura também ria da cena, nem percebendo quando Serena parara no ombro de Gus, abraçando seu rosto e aparentemente dizendo que gostava muito dele também. Kate parecia não perceber que os risos eram para a cena e não incentivos confirmando que ela seria uma cantora de sucesso incrivelmente rica e cheia de Fogo de Raposa.

- Não deixa ela ganhar Ethan!
- Vai Kate! Mostra o teu potencial!

Os outros Armagedons gritavam incentivando a "briga" que se desenrolava no meio da sala, em meios a risos e palavras desconexas. Sakura achava difícil não rir e Kate insistia em tentar dizer que ficaria rica com seus cds. Quando Loki se manifestou, dizendo que faria bom uso de um deles, a risada ecoou mais alta.

     


- What do we want?
- We want change!

Quando Ethan gritou a pergunta em outro idioma no microfone, sendo respondido por Natasha, Leonard e Camila em coro, o resto ficou um pouco perdido. Demorou para Sakura perceber que ele acompanhava a nova música do karaokê e os demais pareciam entrar na brincadeira. Kate não demorou a cantar junto, apesar de reclamar de querer segurar o microfone ainda.

Natasha não reclamava mais da multa pelo barulho em acesso, ciente de que já não poderia fugir. Os outros, alguns com o letal Fogo de Raposa nas mãos e outros de mãos vazias, simplesmente dançavam.

- Vamos dona Stylist, hora de dançar. - Aline dizia, já menos rabugenta que o normal e arrastando Sakura para o bolo de Armagedons que dançavam.

Kate misteriosamente parecia dançar bem, apesar da bebida. A adolescente estava entregue à festa. Ethan cantava, para variar, bem até demais e, quando a música pedia, todos acompanhavam, inclusive Sakura. Gritos de revolução entre dança e risadas. Camila tentava arrastar Loki para a dança e, não fosse o álcool, Sakura poderia dizer que a outra queria algo a mais com o Apocalipse. A ideia por si só era apavorante demais. Serena já estava agarrada em Kate, cantando com a adolescente, enquanto tentava garantir que ficaria para sempre com ela, pois gostava muito da morena também.

Ao final da música, Ethan não devolveu o microfone, cantando também a próxima e a seguinte. Todas as músicas eram agitadas e gostosas de se dançar, envolvendo o grupo até que eles se esquecessem que era um apartamento residencial.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Sakura Mille em Sex 08 Maio 2015, 09:11





Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!  

  Não conseguia mais controlar os risos e a cena de Ethan com Kate era cômica demais para poder ficar sem rir. Serena havia sumido, mas como o apartamento era pequeno, não fazia muita diferença. Eu observava tudo bem animada e cheia de graça. Ethan parecia advertir a morena sobre o perigo que era ela quando cantava, mas a melhor piada foi do sério Loki. Apesar de tudo, uma pequena parte de mim dizia que Loki era legal, enquanto a outra estava com medo ainda. Sempre pensei que as gangues eram rivais de nascença, como Zangoose e Seviper.

Quando Ethan fez uma pergunta e Natasha respondeu, ai eu percebi que algo estava vindo. Não demorou para que eu fosse puxada para o meio da baderna e começava a dançar como nunca antes. Não estava mais intimidada pelos criminosos, apesar de ainda saber que eram criminosos. Dancei com todas as meninas. Ethan cantava, tão bem quanto antes, em Nyender. A música era bem sugestiva para o grupo, mas eu nem liguei. Kate e Serena pareciam ser melhores amigas e eu gostei, piscando para as duas, enquanto Natasha me pegou para ser a parceira de dança dela. Meu cabelo mexia constantemente de um lado para o outro. Os risos corriam solto.

O apartamento tinha uma qualidade: ser pequeno para tanta gente. Aquela situação me deixou deveras alegre. O calor humano, apesar desse calor valer muito, já que poderia dizer que só as cabeças de Amu, Loki e Jack poderiam me dá uma vida boa pelos próximos cinco anos. Mas continuei a dançar, balançar a cabeça e assim me sentir como estivesse no colégio de novo, com as poucas vezes que fugir de casa, só que agora, não ficava preocupada com voltar, apenas me divertia, como nunca antes...


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Kitty em Dom 10 Maio 2015, 16:45

Acreditando que as risadas eram um incentivo, dizendo que ela com certeza faria muito sucesso, Kate continuava tentando obter a posse do microfone. No entanto, logo Ethan começava a cantar e, embora triste por não ficar com o microfone, a morena rapidamente entrava no coro.

Dançando alegremente e cantando com a Chikorita, a adolescente nem se lembrava onde estava. Ao seu ver, aquilo não era um apartamento residencial, mas sim alguma festa muito divertida.

Dançava sem se importar com mais nada, aproveitando cada momento e furtando com frequência qualquer bebida que passasse ao alcance de suas mãos, fazendo um V de vitória para Sakura, provavelmente pensando que a piscada fosse algum incentivo para beber mais.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Alice em Seg 11 Maio 2015, 13:38

A festa se desenrolava com naturalidade e todos, com exceção de Loki, se entregavam à música. O grupo dançava no meio da sala, corpos colidindo no calor que tanta animação criava. O valor e os riscos não passavam de uma ideia no fundo do cérebro que tentava a todo custo ganhar espaço. Ethan seguia cantando, Kate dançava abraçada em Chikorita, exigindo cada vez mais espaço na "pista de dança" e Sakura dançava com Natasha, para completa frustração de Gustavo.

Quando a campainha soou, o grupo pareceu não ouvir. Porém ela logo tocou uma segunda e uma terceira vez, seguida de batidas na porta.

- Natasha?

Quando a voz do Kibato local soou do lado de fora, o silêncio no apartamento reinou. Kate ainda dançou um pouco mais no silêncio antes de perceber que a música havia parado. Sakura cobria a boca com as mãos, tentando não rir do possível desastre que sua vida acabaria. Natasha, por sua vez, fez somente um gesto com a mão e foi em direção a porta, junto com Aline e Camila que, por sua vez, arrastavam Sakura e Kate.

- Oi querido. - A ruiva dizia abrindo somente uma fresta da porta e deixando somente a cabeça visível, sem mostrar para o oficial o interior do apartamento.

- Seus vizinhos ligaram, reclamando do barulho. O que você está aprontando ai dentro? - Ele questionava sério, com seu uniforme impecável e, por sorte, sem nenhum pokémon ao lado.

- É só uma festinha de garotas, nada demais. - A ruiva dizia e, neste momento, Aline e Camila deixavam as cabeças a mostra pela fresta, mais uma vez arrastando Sakura e Kate para que as imitassem.

- Nossa, porque não disse que ele era tão bonito? - Camila perguntava.

- Poderíamos ter sequestrado ele, que acham? - Aline comentava.

- Exclusividade é algo feio Natasha. - Camila retomava.

As duas seguiam falando galanteios de forma nada discreta, deixando claro que estavam bêbadas e que tinham intenções nada inocentes para com o Kibato, situação que, para a surpresa de Sakura e Kate, o deixou constrangido. Aparentemente ele não fora treinado para lidar com claro assédio por parte de tantas garotas diferentes e isso influenciou Sakura e Kate a entrarem no jogo, convencendo-o indiretamente a ir embora.

- Então esse é o safado que tá saindo com a minha irmã? - Ethan surgia quando Kibato ia perguntar sobre a voz masculina que ouvira. Por sorte o cabelo ruivo dava veracidade à mentira e, antes que o cadete pudesse olhar melhor para o Armagedon, Camila o empurrava para dentro, enquanto ele gritava ameaças para o Kibato caso ele partisse o coração de sua irmãzinha.

- Não sabia que tinha irmãos...

- Ele é Gladiador e vive viajando. Tá só de passagem, mas posso levar ele no nosso jantar se quiser conhecê-lo melhor. - Ela dizia, aproveitando para manter a mente dele ocupada em qualquer outra coisa que não fosse o fato dele ainda estar do lado de fora do apartamento.

- Melhor não... - Kibato começava, sendo interrompido por Aline que dizia que o melhor seria ele virar stripper. - Bem... Eu já vou indo... Baixem um pouco o som garotas, ok? - Ele encerrava, quase fugindo do olhar faminto que Aline lhe dirigia.

Quando a porta se fechou, após Natasha prometer que faria o pedido e soprar um beijo para o cadete, o grupo desatou a rir. Kibato perderá uma oportunidade de ouro e tudo parecia engraçado demais, principalmente as bochechas coradas dele. Sakura e Kate nunca poderiam imaginar que assédio poderia espantar um cadete tão experiente. Serena, por sua vez, agora estava no colo de Loki, assistindo o jogo completamente satisfeita, abraçada em sua barriga e dizendo que o ama demais

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Sakura Mille em Ter 12 Maio 2015, 09:23





Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!  

  A dança continuava de forma animadora. Ethan e os revolucionários pareciam serem pessoas normais, como qualquer outras, mas toda vez que eu pensava em seus crimes, tremia e ria de medo, ao invés de chorar. A festa realmente foi a que mais aproveitei na minha vida e com certeza ficaria na memória (se o fogo de raposa não resolvesse apagar da minha mente).

A festa prosseguia com cada um dançando do seu jeito, com exceção de um corpo estendido no sofá, que eu ainda não sabia o que estava fazendo ali. Foi quando alguns toques de campainha foram ouvidos, chamando por Natasha, que eu engoli em seco, lembrando-me da voz do Kibato da delegacia de Chermont. Eu parei de nada, sendo esbarrada por alguém, até o silêncio reinar. Quando Natasha atendeu a porta, sem abri-la completamente, lembre-me de que a recrutadora armagedon tinha algumas relações com o delegado da cidade. Angélica odiaria saber disso...

Aline e Camila foram até a porta, começando a assediar o capitão responsável pela segurança do local. Logo eu e Kate erámos arrastadas até a porta e eu apenas caia na brincadeira, talvez, efeito do fogo de raposa.

- Hummm, homem de uniforme... – dizia mordendo os lábios, claramente algo que eu nunca faria, mas devido às condições, não pude evitar.

Depois de conseguirmos enrolar o capitão, ele foi embora e assim rimos muito, ainda mais porque Ethan se passou como irmão de Natasha, o que não poderia negar, afinal, o cabelo ruivo era bem sugestivo. Mas no fim, ninguém foi preso e eu poderia manter a minha licença por mais tempo. Pegando Serena do colo de Loki, via que a Pokémon não estava bem, até porque ela abraçava a minha cara como se fosse um urso de pelúcia.

- Gente, a festa tá ótima, mas temos que ir. – dizia já bocejando, sentindo só agora o sono e já olhando para Ethan, falando que o recado era mais para ele do que para o resto.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Kitty em Qua 13 Maio 2015, 20:37

Sem se importar com mais nada, Kate dançava e curtia a noite ao máximo, aproveitando cada segundo que possuía. Quando o silêncio reinou, ainda dançou um pouco, demorando para reparar que todos haviam parado, mirando confusa e tentando saber o que aconteceu com a música.

Sendo arrastada até a porta junto com a Sakura, se juntando ao grupo que deixava o cadete constrangido, o mirando da cabeça aos pés de forma nada discreta e sorrindo com segundas intenções.

-Miau... O gatinho vai brincar conosco?

Imitando as outras, Kate dizia galanteios nada discretos, mantendo o olhar e sorriso que revelavam intenções nem um pouco inocentes. Quando o oficial ficou sem jeito, a adolescente alargou o sorriso, perguntando se ele não emprestaria as algemas para uma brincadeira muito divertida. Quando ele foi embora, Kate riu.

-A noite é umaHIC crianza!

A morena comentava para a Stylist, buscando mais alguma bebida para furtar e aproveitar. Claramente, por ela, a festa duraria até que o álcool a matasse, ou até que desmaiasse, o que viesse primeiro.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Alice em Qui 14 Maio 2015, 01:05

- Sakura está certa, não falta muito pra cidade acordar...

A concordância de Ethan em ir embora fazia Kate balançar a mão, como se dissesse que eles estavam liberados para irem embora. Para a adolescente era claro que ela ficaria lá até a festar estar oficialmente encerrada, com a bebida encerrada e os salgadinhos também. Haunter, o único pokémon que ainda estava fora de sua esfera, roncava no meio da sala, totalmente vermelho.

- Kate, se vier com a gente, te passo uma missão que é basicamente beber e cantar.

Sakura não viu quando a morena cruzou todo o pequeno apartamento, percebendo somente quando ela já estava agarrada ao pescoço do ruivo. O resto do grupo ria alto da investida da adolescente, enquanto Gus reclamava que não era justo Ethan chegar acompanhado e sair com duas das garotas da festa. O Armagedon mal terminou de falar e Aline já o acertava mais uma vez, falando que ele deveria ser um pouco mais discreto nas indiretas.

Após as despedidas, com muitos abraços e promessas de uma festa nova, Ethan pegava o esquecido Haunter e saía com as duas garotas. Serena ainda estava cor-de-rosa e abraçava Sakura, claramente feliz por estar com sua melhor amiga ao lado. No entanto, ao ver que iam embora, a Chikorita chorou de tristeza e acenava o adeus de sua vida para o resto do grupo.

Durante a caminhada, o grupo ainda ria e cantarolava baixo, satisfeitos com a noite divertida. O relógio de rua indicava que já eram mais de quatro horas da madrugada, fator que surpreendia Sakura.

De volta ao Kazumi Hotel, o grupo se dividia, com Sakura e Ethan indo para seu quarto enquanto Kate entrava no seu próprio. Sakura cambaleava um pouco em direção ao banheiro, enquanto Serena chorava alto pela triste despedida de mais um amigo, porém a morena parou ao ouvir o som de bongos sendo tocado. No outro quarto, Kate cantava feliz com sua nova descoberta, despertando todo o subsolo do Kazumi Hotel.


off: rotas separadas o/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Sakura Mille em Qui 14 Maio 2015, 15:15





Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!  

  Apesar da concordância de Ethan, Kate ainda queria ficar mais um pouco cantando. Chikorita estava bêbada e não queria sair da casa de Natasha e de suas novas amigas. Gus acabava sendo atacado pela sua falta de sutileza e logo eu corei, mas ri, como fiz desde que coloquei aquele líquido alcoólico em meu corpo. Ria de Loki, Jack, Amu, Natasha, Ethan, Kate, e até do meu reflexo. Apesar de parcialmente eu estar sabendo o que estava fazendo, parcialmente eu fazia sem pensar e ria.

Serena ainda choramingou quando nos despedimos e fomos para as ruas, cambaleando de um lado para o outro, enquanto Kate ainda cantava um pouco. Ao chegar no prédio, um zum-zum-zum que parecia acordar todos do prédio. Descemos ao subsolo e Kate se despediu, deixando Serena mais chorosa ainda, até chegarmos ao quarto do ruivo e Serena ficar tão depressiva que eu sorri.

- Ethan, vou pedir um quarto lá em cima... – dizia entre risos, o efeito da bebida não estava passando. – Boa noite! – ao invés de sair do quarto, acabava tropeçando e caindo na cama, abraçada com Serena e sob o barulho de Kate cantando.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Alice em Qui 14 Maio 2015, 15:34

Ethan mirava Sakura dizer que ia procurar um quarto para si e logo depois cair na sua cama, ocupando praticamente todo o espaço. Ao som do bongo de Kate, o ruivo suspirava. Jolteon estava acomodado no pequeno sofá, se recuperando ainda e para o Armagedon restavam poucas opções.

Rezando para que Sakura não o matasse na manhã seguinte, afinal nada aconteceria, ele a acomodou do lado da cama, cobrindo-a com o lençol, e ocupou o outro extremo. O ruivo não via problema na situação, porém uma pulguinha atrás de sua orelha dizia que a Stylist não veria a situação da mesma forma.

Na manhã seguinte, Sakura despertava sem dor de cabeça alguma. O Fogo de Raposa era realmente poderoso. A maquiagem que usara na noite anterior estava toda borrada no rosto, junto com manchas cor-de-rosa da tinta usada em Serena pelas Pink Ladies. Contudo não era isso o que mais preocupava Sakura, mas sim a visão de Ethan dormindo de frente para si sobre o travesseiro ao lado. Serena, enrolada entre os dois, parecia completamente esquecida pela morena naquele exato segundo.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Sakura Mille em Qui 14 Maio 2015, 16:37





Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!  

    Ainda sonolenta, abria os meus olhos e me deparava diretamente com Ethan em minha frente. Meu cérebro demorou para processar que o ruivo estava na minha frente e por isso eu ainda fiquei olhando para o armagedon, como se eu torcesse para que aquilo não fosse real. Serena estava entre eu e o ruivo na cama do quarto dos gangsteres no Kazumi hotel. Eu não sabia se aquilo era um pesadelo ou não, mas parte de mim desejava esfolar o rapaz vivo, até perceber o que tinha acontecido.

Com grito que eu abafei com as mãos, lancei-me para longe da cama e cair no chão sentada, passando as mãos no meu corpo e percebendo que tanto eu quanto ele estávamos vestidos. Mas ainda uma tensão percorria o meu corpo. Começava a andar no quarto como uma barata tonta, sem saber o que fazer, mas fazer o mínimo de barulho possível, que fez Joelton acordar, mas logo eu coloquei o indicador na boca, pedindo silêncio, sendo atendida pelo elétrico. Fui ao banheiro e me arrumei rapidamente, trocando de roupa e removendo a maquiagem.

Serena entrava sonolenta no banheiro. Caminhava de um lado para o outro. A Pokémon rosada ainda tinha o laço de fita na cabeça e ainda tinha um resto do álcool em seu sangue. Meu celular tocava no lado da pia, informando sobre ter ganhado algumas coisas na promoção, aumentando a quantidade de itens a ser retirada na estação.

- Desculpe, Serena, mas estou com pressa.

Sussurrando para a grass, ela nem ouviu, mas sentiu quando eu a peguei e a mergulhei na pia, esfregando para tirar a tinta rosa. Guardei o laço rosado na bolsa e logo a menina estava pronta para mais uma. A água despertou a gramínea e ela reclamava comigo pela condição que foi imposta. Entre passos leves, deixava o quarto, indo para a estação de trem.




Marcel

Ainda um pouco tenso, devido aos acontecimentos de Nyender, finalmente descia do vagão em Chermont. Meu próximo passo era conseguir dinheiro, mas era difícil, uma vez que eu não sabia por onde começar. Acho que o melhor que eu poderia ter feito era ir para Grung e conseguir um emprego, mas era difícil quando não se sabe qual é a sua vocação. Squirtle, toda animada, ficava no meu ombro, agarrada e se maravilhando com a estação de trem e todas as suas pessoas e Pokémons de cores fortes que ela via.

Fui até o guichê itens e já ia conversando no celular em um chat de bate papo. Uma cadete pediu um favor de transferir alguns itens para uma ilha e eu assim concedi, já que ela me daria uma mega stone.

- Bom dia. Gostaria de retirar alguns itens no nome de Marcellus Gerard Summers. Gostaria de enviar para New Nyender a Pokébola da Charmander, seu certificado de adoção, a Galladite, Ampharosite e o Mega Ring. – dizia informando o que tinha lá e pegando o papel com o número da cadete...


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Alice em Sex 15 Maio 2015, 11:28

O coração de Sakura batia forte e rápido demais, chegando a doer no peito, enquanto a mente tentava desesperadamente entender o que havia acontecido na noite anterior. A mão sobre a boca abafava o grito que a jovem queria soltar ao mesmo tempo que as pernas a levavam de um lado para o outro do quarto de forma completamente aleatória.

Jolteon se mantinha quieto como a jovem pedira, porém seguia a analisando completamente confuso. Serena caminhava meio bamboleante, claramente ainda mal da bebedeira. Fogo de Raposa não parecia ser algo adequado para pokémons que não fossem como o Haunter de Kate.

Uma vez no banheiro, Sakura retirou a maquiagem borrada, lavou o rosto e trocou de roupa rapidamente. O chuveiro faria muito barulho e acordar Ethan não estava em seus planos naquele segundo. Quando pediu desculpas para Serena, a Chikorita a mirou confusa até ser agarrada e esfregada na pia do banheiro. Os gritos da gramínea foram abafados pelas mãos da Stylist que já a levava para o lado de fora do quarto, pé por pé.

Na porta, Sakura ouviu um ruído e virou-se preocupada, contudo Ethan ainda estava adormecido na cama. Ao contrário do gangster, Jolteon se aproximava lentamente, deixando claro que ainda estava ferido. A Stylist tentou falar para o elétrico ficar, porém ele sacudiu a cabeça contrariado, ainda silencioso. No olhar do cão era claro que, se o Armagedon ficaria no quarto, ele iria com ela para protegê-la.

Sakura ainda pensou em tentar argumentar com o pokémon, porém ao olhar para a cama mais uma vez, tentando usar o ruivo de argumento, o viu puxando o travesseiro que era dela e o abraçando, com o rosto enterrado na fronha. A reação do ruivo ainda dormindo só aumentou a vontade da garota se afastar para pensar um pouco, aceitando a companhia do cão elétrico.

Enquanto isso, na estação de trem, Marcel retirava alguns itens e encaminhava outros para New Nyender. Squirtle, em seu ombro, parecia encantada com cada coisa nova que via e abraçava a cabeça do gladiador.

Ao ver o valor que teria de ser pago na retirada dos itens, o ruivo teve a certeza da falta de dinheiro reforçada. Com somente 200Pk$ no bolso não iria muito longe e a situação ficaria complicada. Um emprego realmente cairia muito bem, mas qual? O jovem não tinha ideia de quais das carreiras disponíveis para um Gladiador o faria feliz.

Saindo da estação, com Squirtle no ombro, duas pokébolas, a blastoisinite e uma sun stone no bolso a mais, o Vigarista refletia sobre as carreiras, completamente distraído. Squirtle estava tão ocupada em olhar cada nova pessoa que passava por si que não avisou ao Gladiador da garota morena que andava a passos acelerados, sem olhar muito ao redor e que, por consequência, acabou colidindo contra o jovem.

Sakura, que nem queria pensar em como andara tão rápido até a estação de trem, ficou surpresa ao sentir-se colidir com outra pessoa. Quando ergueu os olhos para pedir desculpas, deparou-se com um ruivo com uma Squirtle no ombro. A cor do cabelo do estranho não ajudou à jovem que queria tanto se acalmar e, involuntariamente, suas bochechas ficaram vermelhas e os braços apertaram Serena um pouco demais. Ao lado da Stylist, Jolteon inclinava a cabeça, analisando o Gladiador ruivo a sua frente.


off: fichas atualizadas o/
off2: que se inicie o teste prático para liberar interação entre doubles o/
off3: são cerca de 14h (para pegar a hora da rota do Marcel) e Sakura não comeu nada ainda ^^

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Marcel em Sex 15 Maio 2015, 11:48

Os itens haviam sido retirados e mandados de volta. Squirtle abraçava e redirecionava a minha cabeça para onde ela queria me mostrar as coisas. Uma simples pessoa chamava a atenção da aquática. Eu apenas ria, dizendo que tinha visto, mas na verdade, não tinha. Os olhos da pequena pareciam enormes no momento e por isso eu sabia que ela estava feliz. Com tudo pronto, deixei o guichê e fui andando para fora da estação de trem, na procura de algum lugar em que gladiadores se encontravam para batalhar.

Minha principal fonte de renda no momento era o ofício de vigarista, além de procurar alguns itens para vender. Saia andando pelo local de forma desatento. Squirtle ainda em minha cabeça, até que sem querer eu batia de frente de uma menina, menor do que eu, cabelos negros, se não fosse por algumas mexas clarinhas de uma tinta roxa. Segurei-a para que não caísse, mas a expressão dela foi um pouco incomum. Parecia que estava pensando em alguém e que eu a fiz lembrar desse alguém. Em seus braços, uma Chikorita.

- Desculpe-me, não tive intensão. – falei um pouco rápido. Era bonita e pelas roupas, poderia julgar que tinha alguma condição financeira. Seria uma gladiadora?
- Não, a culpa foi minha... Estava distraída.
- Aquilo é um Jolteon?

O Pokémon elétrico era forte visualmente, mas quando eu me aproximei e abaixei para analisa-lo melhor, percebi que estava ferido. Não sabia se poderia comentar algo, mas continuei analisando. Squirtle pulava do meu ombro, indo perto das pernas da morena e olhando de forma que admirasse a jovem. A Chikorita pulava dos braços dela e ia até o chão conversar com Squirtle. Parecia que eles eram mais educados do que nós dois.

- Acho que você sabe que o seu Joelton está ferido...
- Sim, ele não é meu na verdade. Mas estou responsável. Me chamo Sakura. Sakura Mille. Essa é a Serena. – dizia a morena apontando para a Chikorita.
- Marcel Gerard.
- Nome diferente... Você parece um pouco perdido, é a primeira vez aqui em Chermont.
- Sim, na verdade estou mesmo. Procuro algum lugar onde gladiadores se enfrentam. Digamos que estou precisando treinar.
- Certo Marcel... Estou aqui há alguns dias. Sou stylist... Que tal eu pagar um almoço para você e depois vemos se posso te ajudar.
- Ajudar? Por que faria isso?
- Acho que não faria mal, não é... Só um minuto!

A morena pedia um momento e depois saia sorrindo. Parecia que tinha alguma coisa para fazer dentro da estação e Squirtle quase ia com ela, se não fosse impedida antes que seguisse a stylist.

- Fiquei comigo. Eu sei que ela é bem bonita, mas não a conhecemos. – dizia e não demorava nada para ela sair da estação guardando alguns itens na bolsa com um ovo nos braços.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Alice em Sex 15 Maio 2015, 12:58

Marcel analisava a garota se afastar em direção ao guiche que ele ocupara há pouco. Ela havia dito que se chamava Sakura e parecia disposta a ajudá-lo, contudo o comportamento era peculiar e atípico, ainda mais em comparação com o povo de Chermont, sempre tão duro e frio.

Quando a jovem voltou carregando um Egg pokémon, Marcel se colocou a segui-la sem deixar de analisar o caminho pelo qual ela o levava. Por natureza simpatizava com Stylists, pois o faziam lembrar da mãe, por outro lado uma garota bonita que aparentava não ser uma ninguém, que andava com pokémons que não lhe pertenciam (e que por sinal o miravam com desconfiança, como se quisessem proteger a garota) e que oferecia almoços para gladiadores recém conhecidos (Marcel não ignoraria o preconceito que existia em torno de sua profissão) era no mínimo dos mínimos peculiar demais.

Serena e Squirtle, por outro lado, pareciam ter se dado muito bem. As duas pokémons conversavam abertamente e Squirtle parecia realizada. Por outro lado a natureza de Squirtle a faria ser feliz ao lado de qualquer novo possível amigo.

Poucas palavras foram trocadas durante a caminhada, porém Marcel começava a se incomodar com o fato de Sakura vez ou outra corar ao olhar a cor de seu cabelo. Era óbvio que ela estava pensando em outra pessoa (ou tentando esquecer outra pessoa) e isso despertava a curiosidade do Gladiador. Por outro lado, uma última hipótese mais tentadora surgia na mente dele: talvez ela realmente fosse somente uma Stylist de bom coração que gosta de ajudar os outros... Se fosse esse o caso, como bom admirador de artes, Marcel não podia negar que gostaria de ver uma apresentação.

Sakura, por sua vez, tentava decidir qual o lugar que escolheria para almoçar com o rapaz recém conhecido. O Kiba era sem dúvidas o mais em conta, porém teria Natasha por lá... Outros restaurantes eram mais caros e, se subisse muito o preço, corria o risco de encontrar John... Sem falar em Soraya que andava por aquelas ruas e poderia surgir a qualquer momento, perguntando-lhe sobre o rapaz que agora a acompanhava. Rapaz esse, que diga-se de passagem, não sabia nada... Ele lhe dissera que era um Gladiador e tinha um inicial Gladiador. Porém Ethan era muito convincente também quando surgia com o uniforme cadete e o Meowth ao lado...

Jolteon, por sua vez, andava lentamente ao lado de Sakura. Um olho na Stylist, outro no Gladiador. O elétrico estava determinado a proteger a garota, mesmo em seu estado debilitado, e não relaxaria tão cedo. O comportamento brincalhão e inofensivo demoraria para surgir. Por enquanto ele era o Jolteon que derrubou um Rhyhorn aliado com Hyper Beam em um beco enquanto seu dono matava outro Armagedon para protegê-la. Lembranças não muito agradáveis e que estranhamente a faziam confiar no outro ruivo.



off: ficha atualizada ^^

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Sakura Mille em Sex 15 Maio 2015, 15:15





Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!  

    Com um novo amiguinho na equipe, seguia pelas ruas de Chermont, procurando algum lugar para almoçar junto com o Marcel, segundo ele. Minha mente ainda girava em torno da noite anterior e um pouco sobre o que tinha acontecido hoje de manhã (acontecido?!!!). Eu estava um pouco perturbada e olhava para o cabelo do gladiador toda hora, fazendo-me sentir desconfortável. Meus olhos fechavam toda hora, pedindo por cafeína e eu jurava que estava bem... Se bem que Serena não estava antes do banho gelado, que eu não tive.

Andando e trocando poucas palavras de cidade natal e percebendo que o elétrico ao meu lado estava de fato encarando o vigarista, eu logo percebi que às vezes as pessoas não são quem dizem ser. Ethan se vestia de cadete e Marcel poderia ter um inicial roubado com certeza. O medo pairou na minha mente e no momento eu ria, fazendo com que Marcel me olhasse com curiosidade. Mas aquele sintoma de rir quando se sente algum medo era bem familiar quando estava... Bêbada!

O fogo de raposa era poderoso e parecia estar no meu organismo ainda. Estava com medo da minha saúde, mas como eu duvidava muito que alguma coisa acontecesse comigo depois da boa dose de glicose que a bebida carregava, eu segui procurando um restaurante que não chamava muita atenção. A expressão de perdido do rapaz ainda era estranha. Ele olhava para os lados, como se tivesse procurando algum lugar para ir ou decorar o caminho.

- Não me leve muito a mal, mas não é comum pessoas serem tão gentis assim como você... – comentava o gladiador e ele realmente estava certo.
- Bem, digamos que eu tive um dia um tanto estranho...
- Acordou tarde?
- Minha maquiagem tá borrada? Meu cabelo tá bagunçado? – perguntava olhando para o celular, procurando o que me denunciou.
- Não. – ria – É a terceira vez que você entra aqui nessa rua. Estamos andando em círculos...
- Ops!

Envergonhada e mais corada ainda, eu pegava o celular e tentava acessar a internet procurando algum lugar para ir, mas o ruivo foi mais rápido e mostrou a localização de um restaurante ali perto da rua Air Cutter, para onde fomos... Por ser um bairro mais afastado, possivelmente o preço era bom e não corria o risco de encontrar Soraya e sua câmera, nem John...



Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chermont City: o encontro, novos cursos, a primeira apresentação e muitas confusões!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 9 de 11 Anterior  1, 2, 3 ... 8, 9, 10, 11  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum